Guardas Municipais recebem treinamento sobre mediação de conflitos
09-06-2011 17:21

Guardas municipais de São José dos Pinhais que integram a Guarda Comunitária participaram nesta quinta-feira (09) de palestra sobre mediação de conflitos, com a advogada Vera Leonelli, coordenadora do Juspopuli - Escritório de Direitos Humanos, uma ONG da Bahia dedicada à construção da cultura dos direitos humanos.

A mediação de conflitos é um tema bastante importante para os Guardas Municipais, principalmente para os que atuam diretamente com a comunidade e que diariamente se deparam com pequenos problemas a serem resolvidos.

A expectativa da coordenadora da Guarda Comunitária, Fernanda Fraiz, é que o treinamento viabilizado pela Secretaria Municipal de Segurança proporcione conhecimento técnico aos GMs. “O objetivo é aplicar corretamente as técnicas de mediação, permitindo que as partes superem pacificamente e com autonomia tais conflitos”.

Para a coordenadora do ONG, Vera Leonelli, a prática da mediação tem sido valorizada e fortalecida como meio eficaz de efetivação de cidadania e enfrentamento da violência. “Os conflitos devem ser solucionados através do diálogo. Onde existe diálogo a violência não se instala”, ressalta.

De acordo com a ONG Juspopuli, a mediação de conflitos é um mecanismo que tem como objetivo promover formas sustentáveis de convivência, contribuindo para o desenvolvimento e fortalecimento de vínculos sociais mais solidários.

Núcleo de Justiça Comunitária
O projeto “Núcleo de Justiça Comunitária” está sendo realizado no município com recursos oriundos do Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania) desenvolvido pelo Ministério da Justiça. Dentre os principais eixos do Pronasci destacam-se a valorização dos profissionais de segurança pública e o envolvimento da comunidade na prevenção da violência.

O Justiça Comunitária conta com a participação de 30 agentes que irão atuar em suas comunidades, mediando conflitos sociais. Uma equipe multidisciplinar também participa do projeto. “A equipe será uma facilitadora do trabalho a ser desenvolvido pelos agentes, que em parceria com o IDDHEA (Instituto de Defesa dos Direitos Humanos) irão atuar na formação continuada e na aplicação das técnicas de mediação desses agentes”, explica Luciano Lacerda, gestor do projeto Justiça Comunitária.

A aula inaugural do projeto, realizada nesta quarta-feira (08), na Central de Treinamentos da Prefeitura, marcou o início das atividades dos mediadores de conflitos.





Publicado: Comunicação Social da Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais
POW INTERNET
POW INTERNET

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.