Ciência e Tecnologia

Satélite do Inpe pode monitorar degradação de florestas na África
31-05-2009 12:18

Gilberto Costa
Repórter da Agência Brasil


Brasília - Um projeto de cooperação do Brasil com países africanos vai tornar possível o monitoramento das florestas naquele continente. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) já instalou antenas para a captação de imagens de satélites na África do Sul, Egito, Ilhas Canárias e deverá também levar a tecnologia para o Congo e o Gabão.

O chefe do Centro Regional do Inpe na Amazônia, Cláudio Almeida, participa esta semana de encontros e reuniões no Gabão para tratar do uso e possível instalação da tecnologia. As antenas permitem o acesso às fotos do satélite sino-brasileiro CBERS, utilizado para para avaliação do desflorestamento na Amazônia e monitoramento de áreas canavieiras.

O satélite percorre toda a Terra em órbita polar, faz uma volta completa a cada 110 minutos e forma um quadro de imagens de todo o planeta a cada 26 dias. Conforme a cooperação proposta, o satélite poderá captar imagens da África e mandar as fotos, o que permitirá melhor monitoramento da degradação da floresta pelos países do continente.

Além da tecnologia, fornecida gratuitamente, o Inpe está negociando com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) a realização de cursos de monitoramento por satélite para países que tenham florestas tropicais, a partir de novembro, no Centro Regional da Amazônia, que fica em Belém (PA.

De acordo com Cláudio Almeida, há uma tendência dos países que produzem imagens de satélite de cedê-las para pesquisa e monitoramento: “O Inpe foi inovador: foi a primeira agência a abrir o seu catálogo e tornar um bem público suas imagens”.

GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.