Cultura

Biblioteca Pública lança livro de jovens contistas paranaenses
28-06-2017 13:39

A Biblioteca Pública do Paraná lança no dia 6 de julho (quinta-feira) o livro “15 Formas Breves”, obra publicada pelo selo Biblioteca Paraná que reúne, em 164 páginas, contos de 15 jovens escritores paranaenses. O evento tem início às 16h, no Hall Térreo da Biblioteca, em Curitiba, com sessão de autógrafos. A entrada é franca.

Autores entre 18 e 30 anos, nascidos ou radicados no Estado, encaminharam inéditos para a redação do jornal Cândido, responsável pela seleção dos textos. Foram escolhidos Andressa Barichello, Bolivar Escobar, Bruno Cobalchini Mattos, Bruno Vicentini, David Ehrlich, Gabriel Protski, Guy Fausto, Kayo Augustus, João Paulo Marcowicz, Luís Felipe Ferrari, Mateus Ribeirete, Marco Aurélio de Souza, Marceli Mengarda, Murilo Lopes e Wilame Prado.

O título da antologia é inspirado na coletânea de ideias Formas breves, de Ricardo Piglia (1941–2017). Em um dos ensaios, “Novas teses sobre o conto”, o escritor argentino reflete sobre o tempo de gestação de uma obra literária. Para ele, a “espera” até que um conto ou romance seja iniciado é tão fundamental quanto outros elementos da escrita de ficção.

Em outras palavras, Piglia diz que a experiência do autor como ser humano — e toda carga sentimental inerente a essa existência — é um elemento crucial. “A arte é uma atividade impossível do ponto de vista social, porque seu tempo é outro, sempre se demora muito (ou muito pouco) para ‘fazer’ uma obra”, diz.

É a partir dessa chave que os textos dos jovens autores reunidos em “15 Formas Breves” podem ser lidos. São contos de escritores em formação, alguns deles estreando em uma publicação, mas que buscam captar, com temáticas variadas, as marcas do nosso tempo: a efemeridade das relações, a autorreferência, os novos canais de informação e as discussões de gênero, por exemplo. E, se a dicção é a do século XXI, as narrativas tratam de questões atemporais, como solidão, incomunicabilidade, vício, desejo, perda, amor, morte e outros dramas humanos.

Os contos de também dialogam, direta e indiretamente, com as narrativas dos mestres do gênero, como Anton Tchecov, Katherine Mansfield, Guy de Maupassant, Jorge Luis Borges, Machado de Assis, Clarice Lispector, Dalton Trevisan, Sérgio Faraco, Sérgio Sant’Anna e Antonio Carlos Viana — o que sinaliza que ninguém é uma ilha, muito menos estes 15 jovens autores que miram o passado e esboçam caminhos para o futuro.

“48 Contos Paranaenses”, coletânea organizada por Luiz Ruffato em 2014, é um dos títulos publicados pelo selo Biblioteca Paraná para comprovar a pluralidade do conto paranaense ao longo de quase dois séculos. Agora, “15 Formas Breves” contempla outras vozes, de várias regiões, mapeando a intensa atividade literária do Paraná.


Agência Estadual de Notícias
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.