Cultura

Historiadora busca identidade de SJP em seu sétimo livro
26-12-2014 08:00

Maria Angélica Marochi, são-joseense, pedagoga e historiadora, já publicou seis livros sobre a história do Município, desde sua colonização, política, educação e religião até chegar em sua sétima obra: 'História & Memória: a busca pela construção de uma identidade de São José dos Pinhais', lançada em maio deste ano. No livro, ela relata as primeiras ocupações da Cidade e formação e organização da população desde o século XVI, quando chegaram os primeiros colonizadores portugueses.

“Eles não vieram por acaso. Tinham ambições econômicas e logo procuraram definir normas de ocupação e de poder de um espaço que não era vazio. Os indígenas, de diferentes grupos, já ocupavam o espaço há séculos. Os conflitos foram inevitáveis e teve início um processo de escravização das pessoas nativas, pois no começo os colonizadores não possuíam dinheiro para comprar africanos como escravos”, descreve.

Com detalhes, são apresentadas particularidades da ocupação do Arraial Grande, na Serra do Mar, e do pequeno povoado que surge no início do século XVIII junto à Capela de São José, localizada onde hoje se encontra a Catedral de São José. Foi ali que os portugueses iniciaram formalmente a organização administrativa e religiosa. “A Freguesia de São José existiu de 1721 até o ano de 1853, quando houve a instalação do município de São José”, lembra a historiadora, que buscou identificar particularidades da organização social e econômica do período.

VAZIO DE INFORMAÇÕES
Maria Angélica conta que a maior dificuldade nas pesquisas foi sobre a formação da população, já que há um grande vazio de informações a respeito de quem eram, quantos eram e como viviam todos os escravizados de SJP. “Foi difícil encontrar o material. Trabalhei quase o tempo todo com fontes primárias de documentos oficiais. As memórias são-joseenses foram, e ainda são, atropeladas por esquecimentos, que na maioria das vezes são intencionais.”

Com 300 anos de história, SJP recebeu fortes influências de indígenas e africanos até o século XIX, quando chegaram os imigrantes europeus. “Temos no século passado, ou até a década de 1980, uma sociedade com perfil sociocultural, político e econômico que foi totalmente transformada com a migração das três últimas décadas. Na maioria dos segmentos, a mudança foi até radical”, destaca a autora.

Os portugueses impuseram suas leis e a organização política, seu modo de pensar a economia, a religiosidade e a vida em sociedade. Os imigrantes europeus, em especial os italianos e poloneses, trouxeram novos olhares para toda a organização existente. Já na década de 1980, chegaram os migrantes que trouxeram novos modos de viver e pensar das mais diferentes localidades brasileiras.

Assim, a conclusão da obra nos leva a entender que a maioria dos são-joseenses não consegue identificar o passado do município. “Chegamos ao século XXI sem conseguirmos apresentar com nitidez o legado de nossa história. Não tivemos a preocupação séria em preservar nossa memória. E sem memória não pode haver um presente e nem tampouco um futuro.”

A grande reflexão da obra é justamente a respeito da atual identidade de SJP. “Qual realmente é o legado cultural e qual é a atual sociedade são-joseense?”, questiona Maria Angélica, que já trabalha em seu próximo livro, o qual tratará sobre a organização da vida política e administrativa do município.

Saiba quais são as outras obras da autora são-joseense:
2003 – Câmara Municipal de São José dos Pinhais: 150 anos – 1853-2003
2004 – Unidade Polo – 30 anos de amor à educação: 1974-2004
2005 – Família de Guilherme Scroccaro e Maria Pellanda: um passado, um presente, uma história
2006 – IMIGRANTES 1870 – 1950: os Europeus em São José dos Pinhais (3ª edição em 2013)
2007 – De Freguesia a Diocese: a trajetória da Igreja Católica em São José dos Pinhais 1690-2007
2011 – Uma história de Esperança: documentos oficiais e de memórias da religiosidade e da cultura em São José dos Pinhais
2014 – História & Memória: a busca pela construção de uma identidade de São José dos Pinhais

Publicado: GuiaSJP.com - Jornalista Mauren Luc (Reprodução autorizada mediante citação do GuiaSJP.com)
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.