Cultura

Paço da Liberdade completa 100 anos
25-02-2016 08:38

O governador Beto Richa participou nesta quarta-feira (24), junto com o presidente do Sistema Fecomércio, Darci Piana, da comemoração pelos 100 anos do prédio que abriga a unidade cultural Sesc Paço da Liberdade, em Curitiba. A edificação histórica, localizada na Praça Generoso Marques, já foi sede da Câmara de Vereadores e da prefeitura da Capital, do Museu Paranaense e do Projeto Rondon. Até 1966, 42 prefeitos de Curitiba tiveram gabinetes no Paço.

Em 2009, por meio de decreto municipal assinado pelo então prefeito Beto Richa, passou a ser administrado pelo Sesc Paraná. Richa destacou a parceria com a prefeitura na época que possibilitou, além da revitalização do espaço, também do seu entorno. “Quando assumi a prefeitura, o Paço estava abandonado há três anos, com moradores de rua habitando o espaço e tinha sua cobertura destruída. Chovia em muitos pontos do local, comprometendo sua estrutura e seus afrescos”, contou Richa. “Ao retomar este cartão postal, também revitalizamos todo o Centro da cidade”, ressaltou, citando a revitalização da Praça Tiradentes, da Avenida Marechal Deodoro, da Rua Riachuelo e da Rua São Francisco, além da recuperação e reativação de espaços culturais como a Capela Santa Maria e o Teatro Novelas Curitibanas.

A solenidade foi marcada pela abertura da exposição Múltiplos Instantes – Croquis do Paço da Liberdade, com imagens retratando o prédio, e o lançamento do livro Impressões – Diários Gráficos do Paço da Liberdade, com organização de Celise Helena Niero e José Marconi Bezerra de Souza. Durante todo o ano, haverá uma programação voltada às comemorações do centenário.

RESTAURAÇÃO – A edificação neoclássica, com detalhes em estilo Art Noveau, é a única tombada na capital paranaense nas instâncias municipal, estadual e federal. Para restaurá-la e dar-lhe uma nova ocupação, o Sesc Paraná trabalhou durante dois anos, com a colaboração de mais de 90 restauradores, marceneiros e profissionais da construção civil. A construção revelou-se arqueologicamente durante o restauro, com a descoberta do piso do antigo mercado municipal de Curitiba, no subsolo.

O Paço da Liberdade é hoje um centro cultural de referência, tendo recebido a visita de mais de 753 mil pessoas nos últimos seis anos.

HISTÓRIA - A data escolhida para a inauguração do prédio do então Paço Municipal foi 24 de fevereiro de 1916, em comemoração ao dia da promulgação da 2ª Constituição Federal e a 1ª no regime republicano, em 1891.

A construção foi feita com o material da demolição do mercado municipal. As antigas paredes externas serviram como tapume para proteger a obra, uma prática até então inédita na capital. Foram necessários apenas 560 dias para a conclusão da construção, no início de 1916.

Em 1948 o prefeito João Kracik Neto decretou a mudança do nome do edifício de Paço Municipal para Paço da Liberdade – um marco do pós-guerra, da retomada do regime democrático e do estabelecimento de uma nova Constituição Federal.

Fonte: AEN
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.