Educação

Escolas tombadas pelo patrimônio histórico terão museu próprio
17-05-2016 17:23

As escolas da rede estadual tombadas pelo patrimônio histórico terão um museu próprio para catalogar e divulgar seu patrimônio cultural e a contribuição à educação paranaense. A ação faz parte do programa Museu da Escola Paranaense, do Governo do Estado. Nesta terça-feira (17), a Secretaria de Estado da Educação iniciou, em Curitiba, o curso de capacitação “Educação Patrimonial e a Preservação da Cultura Escolar do Paraná”.

O curso com duração de 24 horas se destina aos profissionais das 12 escolas tombadas no Estado e dos Núcleos Regionais de Educação onde as unidades estão inseridas. Após a capacitação, os profissionais vão elaborar um Plano de Gestão dos acervos históricos, o que possibilitará a criação do museu próprio da escola. “A construção desses espaços dentro da escola reforçará a importância de cada estabelecimento na composição da cultura e história da educação do Paraná”, disse a superintendente da Educação, Fabiana Campos.

Ela ressalta a importância da preservação na formação dos estudantes. “Quando o aluno conhece a história e a importância cultural da escola e da cidade em que vive, passa a preservar e cuidar mais daquele espaço, pois percebe que também faz parte daquela história”, disse a superintendente.

A formação é oferecida pela Secretaria da Educação, em parceria com a Secretaria da Cultura, Museu Paranaense, Museu Oscar Niemeyer, Museu da Imagem e do Som do Paraná, Museu Municipal de Arte (de Curitiba), Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).

CAPACITAÇÃO - Durante o curso, os 40 participantes vão trabalhar com vários segmentos da história patrimonial das unidades escolares, não apenas a contada, mas também a material, como os acervos literário e mobiliário, segundo explica a chefe do Grupo Administrativo Setorial da Secretaria da Educação, Andrea Regina Burakoski, que coordena a formação. “O curso trabalha com o resgate material e imaterial, o que irá refletir também no processo de aprendizagem dos nossos estudantes e na preservação desses patrimônios”, disse Andrea.

ESTADUAL E INSTITUTO DE EDUCAÇÃO - Por enquanto, somente o Colégio Estadual do Paraná conta com um espaço específico para o acervo histórico. A próxima instituição a contar um museu próprio será o Instituto de Educação do Paraná Professor Erasmo Pilotto, localizado no centro de Curitiba. A criação dos museus nas escolas será expandida gradativamente a todas as escolas tombadas.

A instituição já possui um vasto arquivo catalogado que conta parte da história dos seus 140 anos de contribuição para a educação paranaense. “O Instituto tem uma longa história que pode ser colocada à disposição da comunidade de uma maneira mais organizada com a formação do centro histórico”, comentou o diretor do colégio, Lourival de Araújo Filho.

PROGRAMA – O programa Museu da Escola Paranaense foi iniciado em 2013 com o objetivo de promover ações de preservação do patrimônio cultural e histórico das escolas da rede pública estadual.

Entre as ações está o curso de “Diálogo sobre a História e a importância da educação patrimonial de Curitiba”, voltado a professores da disciplina de História da rede pública estadual e oferecido pela Secretaria da Educação, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura.

A primeira turma iniciou as atividades no início desse mês, com 46 professores da disciplina das escolas estaduais de Curitiba. O curso também está alinhado ao programa Minha Escola Tem Ação (META), que prevê a oferta de cursos de formação continuada aos profissionais da educação.


Fonte: AEN
GUIASJP - Um serviço POW Internet
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.