Empresa

Empresários debateram Responsabilidade Social na XVIII Convenção da Faciap
19-05-2008 10:12

O Evento também irá contemplar os encontros do Jovem Empresário, da Mulher Empresária e de Coordenadorias Regionais da Faciap, além de apresentar cases de sucesso, na área de Responsabilidade Social, de grandes e pequenas empresas

Desmistificar a idéia de que assistencialismo é sinônimo de Responsabilidade Social e mostrar que micro e pequenas empresas também podem desenvolver e serem beneficiadas com ações nessa área. Esse é o principal objetivo da XVIII Convenção Anual da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) lançada nesta sexta-feira (16), em Curitiba. "Nenhuma empresa pode ser bem sucedida se a comunidade na qual atua não for também. Assim como não é possível ter a melhor empresa instalada numa cidade de baixo Índice de Desenvolvimento Humano", ressalta o presidente da Faciap, Ardisson Naim Akel. "Então, é importante que a empresa atue sobre a sua comunidade. Vamos mostrar nesta Convenção, como ela pode fazer isso, especialmente a empresa de pequeno porte, que em geral não sabe o quanto ela mesma pode ganhar com essa atitude."

Para Ivy Karla Bustamante Abbade, do Núcleo de Responsabilidade Social e Desenvolvimento Sustentável, da Fundação Getúlio Vargas, não há mais tempo para apenas se discutir Responsabilidade Social, "é preciso agir", diz ela, destacando que as crises ambiental, social, de confiança, governamental e existencial, fundamentam essa necessidade de ação rápida. Segundo Ivy, Responsabilidade Social é dar respostas à sociedade de maneira ética. "E não é a empresa que faz isso, é o empresário, o ser humano, o indivíduo".

De acordo com estudo do Sebrae, baseado em dados da Receita Federal do Estado, o Paraná tem hoje 450 mil micro e pequenas empresas formais, no Brasil são 15 milhões, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entretanto, lembra Ivy Abadde, "no site do Instituto Ethos, apenas 2000 empresas em todo o Brasil assumem que desenvolvem ações de responsabilidade social". Abadde também afirma que as pequenas empresas podem desenvolver sim atividades nessa área, e de forma simples, como, por exemplo, um programa de inclusão digital para os filhos de funcionários. "Isso é Responsabilidade Social. É tudo aquilo que fazemos [para o bem social] além do que está previsto na Lei".

De acordo com o Sebrae, no cenário nacional, as micro e pequenas empresas representam 99% das empresas formalmente constituídas. Empregam cerca de 56% da mão de obra com carteira assinada e são responsáveis por cerca de 20% do Produto Interno Bruto.

Reforma Tributária - Além da programação voltada especificamente à Responsabilidade Social e aos painéis técnicos, como Rede Nacional de Informações Comerciais (Renic), Programa Empreender, Programa de Orientação ao Estágio (PROE), e Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem (CBMAE), estão sendo organizadas diversas programações culturais. Isso porque neste ano o Projeto da Convenção prevê patrocínio de empresas por meio da Lei Rouanet (Cultura).

O Evento também irá contemplar os encontros do Jovem Empresário, da Mulher Empresária e de Coordenadorias Regionais da Faciap, além de apresentar cases de sucesso, na área de Responsabilidade Social, de grandes e pequenas empresas. O debate da Reforma Tributária para o desenvolvimento econômico e social do País também entram na programação que deverá contar com a participação de aproximadamente 1,5 mil participantes, dentre eles, líderes empresariais e autoridades políticas.

Serviço: A XVIII Convenção Anual da Faciap ocorrerá nos dias 27,28 e 29 de agosto, na cidade de Foz do Iguaçu, no Hotel Mabu Thermas & Resort. Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone (41) 3307-7000 ou no site da Faciap: www.faciap.org.br.

Prêmio de Responsabilidade Social

Tem como objetivo identificar e reconhecer as práticas de Responsabilidade Social realizadas pelas Associações Comerciais e empresas paranaenses. Com apoio do Instituto Superior de Administração e Economia da Fundação Getúlio Vargas, permite participação da iniciativa privada, pública, economia mista e das Associações Comerciais. Será dividido em 3 distintos portes: micro e pequeno, médio e grande, e 3 modalidades: público interno, externo e meio ambiente. O Regulamento do Prêmio estará disponível no site da F aciap a partir de 28 de maio. As inscrições poderão ser realizadas pelo site www.faciap.org.br, no período de 01 de junho a 18 de julho. A entrega do Prêmio será no dia 28 de maio, durante a XVIII Convenção.

Prêmio IPPEX de Excelência em Comércio Exterior

Criado pelo Instituto de Planejamento e Promoção de Comércio Exterior da Faciap (IPPEX), o Prêmio tem por objetivo homenagear, incentivar e avaliar as práticas de gestão das ACEs nesta área. Será dividido em 3 categorias: ACE Destaque - disseminação em Comércio Exterior, Profissional ACE Destaque - atendimento e presteza, ACE Maior Emissora de Certificado de Origem. As Associações Comerciais que utilizam regularmente os serviços do IPPEX em seu portal serão automaticamente incluídas no prêmio, a ser entregue durante a XVIII Convenção da Faciap, em Foz do Iguaçu, em Plenária. O período de avaliação das ações das ACEs será de julho de 2006 a julho de 2007 e julho de 2007 a julho de 2008.

A Comissão Julgadora do Prêmio será coordenada pela Faciap. O Regulamento do prêmio está disponível no site: www.ippex.com.br. Mais informações pelo telefone (41) 3307-7024 ou pelo e-mail: ippex@faciap.org.br.


Comunicação Social Faciap
GUIASJP - Um serviço POW Internet
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.