Empresa

Fórum debate comercialização de peças artesanais
22-04-2008 16:41

O evento, que vai reunir representantes do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul ligados ao artesanato, será realizado nos dias 24 e 25 de abril, na cidade de Foz do Iguaçu

O "Fórum sobre Comercialização de Artesanato no Codesul" será realizado nesta quinta e sexta-feira, dias 24 e 25 de abril, no Parque Tecnológico Itaipu, em Foz do Iguaçu. O evento vai reunir representantes do mercado, entidades de artesãos e programas que auxiliam o setor de artesanato, de quatro estados brasileiros: Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

O encontro está sendo organizado pelo Sebrae no Paraná e Fundação Parque Tecnológico Itaipu e para sua execução conta também com o apoio do Programa Trinacional de Artesanato Ñandeva. O objetivo é que haja uma troca de experiências sobre a forma de comercialização dos produtos artesanais e que se procurem caminhos para um comércio justo, que garanta a sustentabilidade do setor e dos projetos que o apóiam.

Ana Lucia de Sousa, consultora do Sebrae na Regional Oeste, em Foz do Iguaçu reforça a importância do encontro como forma de debater a comercialização do setor de artesanato com outros gestores e de aprimorar boas práticas e inovações implantadas. "O Sebrae no Paraná atua em prol do fortalecimento do setor artesanal no Estado e de sua interação com o setor de turismo. Com esse trabalho identificamos que a questão de mercado é imprescindível para a sustentabilidade dos projetos de artesanato e é isso que estamos buscando com a realização do fórum", afirma.

"Percebeu-se que a comercialização dos produtos artesanais ainda é um gargalo muito grande. É preciso que os artesãos tenham lucro e que o cliente perceba o valor da peça artesanal e pague um preço justo por ela. A maioria das pessoas tem uma falsa idéia de que se é artesanato não precisa ser bem feito ou de que se é artesanato tem que ser barato e é justamente o contrário", explica Ana Cristina Nóbrega, coordenadora do Programa Nãndeva, que busca o fortalecimento de uma identidade trinacional (região de fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai), e é resultado de uma parceria entre o Sebrae no Paraná, Fundação Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Itaipu Binacional e parceiros dos três países.

A coordenadora do Programa Ñandeva conta que a expectativa para o fórum é de que seja muito produtivo e com grandes avanços na comercialização do artesanato de forma nacional. "O encontro vai ajudar o artesão a entender o mercado. Vai ser possível identificar aspectos para a venda como, por exemplo, qualidade, identidade, embalagem, preço e cuidados para a exposição do produto."

O "Fórum sobre Comercialização de Artesanato no Codesul" será realizado nesta quinta e sexta-feira, dias 24 e 25 de abril, no Centro de Cultura e Tecnologia para o Artesanato, no Parque Tecnológico Itaipu, na cidade de Foz do Iguaçu. A abertura do encontro será no dia 24, às 8h30, e a programação segue até as 18 horas. No dia 25 o início dos trabalhos será às 8h30 e o encerramento às 17h30.

Agência Sebrae de Notícias no Paraná
GUIASJP - Um serviço POW Internet
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.