Entretenimento

Embaladas pelo Monobloco, 500 mil pessoas participam do encerramento do carnaval de rua no Rio
13-03-2011 15:21

Flávia Villela
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - O grupo Monobloco encerrou hoje (13) o carnaval de rua do Rio. Mais de 160 percursionistas do maior bloco da cidade arrastaram cerca de 500 mil de pessoas pela Avenida Rio Branco, tocando samba, música popular brasileira e rock em ritmo de carnaval.

Às 9h, quando começou o desfile, uma chuva fina caiu no centro do Rio, mas não dispersou nem desanimou os foliões que dançavam e cantavam músicas de Ivone Lara, que está prestes a completar 90 anos, e do bloco Cacique de Ramos, que fez 50 anos.

Pedro Luiz, um dos fundadores do Monobloco, disse que a ideia inicial do grupo, criado há 11 anos, era apenas conseguir viver da música o ano inteiro, e não apenas no carnaval. Ele afirmou nunca pensou que o Monobloco chegaria a fazer turnês por todo o Brasil e até pelo exterior.

“Ganhamos a simpatia do público”, destacou Pedro Luiz. “Acho que pela nossa mistura de estilos e ritmos. O projeto no exterior ainda está engatinhando, mas o objetivo principal é divulgar nosso trabalho e criar uma interação com outros países.”

Fantasiado de índio, o assistente administrativo do governo do RJ Douglas Barros desfilou pelo terceiro ano consecutivo no bloco. “O Monobloco mistura ritmos brasileiros com reggae e axé. Fica uma mistura muito maneira.”

A produtora de eventos Márcia da Silva Pereira desfilou pela primeira vez no Monobloco. “É minha primeira vez. Vou me divertir e ficar sem freio.”

A dona de casa Josileide Costa já participa da festa há quatro anos. “Já faz parte da nossa rotina de final de carnaval. A gente sempre encerra com o Monobloco. É imperdível.” A festa acabou por volta das 13h .

GUIASJP - Um serviço POW Internet
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.