Entretenimento

Paraná pode receber também a Copa das Confederações, diz ministro
25-02-2011 14:13

O governador Beto Richa recebeu nesta sexta-feira (25), em Curitiba, o ministro dos Esportes, Orlando Silva, que está visitando as 12 subsedes escolhidas para a Copa do Mundo Fifa - Brasil 2014. Silva disse que a solução encontrada pelo Paraná para concluir as obras do estádio para a Copa (a Arena do Atlético Paranaense) é exemplar para o País, com uma equação financeira sustentável, que envolveu clube, Governo do Estado e prefeitura, por meio do potencial construtivo. “Vou informar a presidenta Dilma de que a condução da Copa na cidade de Curitiba e no estado do Paraná vai muito bem”, disse o ministro. Ele adiantou que o Paraná pode ser uma das sedes da Copa das Confederações, em 2013.

“Estamos preparados para executar essas obras e para um planejamento que possibilitará a Curitiba e ao Paraná organizar a melhor Copa do Mundo entre as 12 subsedes brasileiras”, disse Richa no encontro de trabalho, que teve a participação do prefeito Luciano Ducci, secretários municipais e estaduais ligados aos assuntos da Copa, deputados federais e vereadores. O governador mostrou o planejamento de execução de obras para atender as exigências do caderno de encargos da Fifa e da CBF para o mundial em Curitiba e para a Copa das Confederações, em 2013.

Richa e Ducci reforçaram ao ministro a importância de que a União, por meio da Infraero, destine mais recursos para ampliação da capacidade do Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais. “Por enquanto, os recursos previstos são muito acanhados para a demanda deste terminal, que precisa da terceira pista, de novos equipamentos e instalações para atender ao mundial”, disse Luciano Ducci.

O ministro Orlando Silva disse que o Paraná deve ser destaque na recepção das equipes antes do mundial, porque tem a vantagem de, na sua formação, contar com imigrantes cujos países de origem têm tradição no futebol. “E tão importante quanto Curitiba receber jogos, é o estado inteiro participar, recebendo equipes”, disse ele.

Silva também disse que o Paraná tem grandes chances de ser uma das cinco sedes da Copa das Confederações, em 2013. “Ao cumprir o cronograma, Curitiba poderá ficar à frente de outras cidades para sediar a Copa das Confederações. Para isso é preciso entregar em 2012 toda a infraestrutura e o estádio. Esse é um grande desafio a ser perseguido”, afirmou. Silva disse que a Seleção Brasileira não escolheu por acaso o Paraná para fazer a aclimatação antes do mundial da África do Sul. “É um reconhecimento das instalações, dos centros de treinamento no Paraná”, afirmou o ministro.



Cronograma

Para atender ao cronograma de exigências da Fifa, todas as subsedes precisam entregar praticamente todas asobras de mobilidade urbana e transporte coletivo em 2012, o que possibilita a participação também na Copa das Confederações, em julho de 2013. O Paraná já assinou todos os contratos com a Caixa Econômica Federal para financiar os nove projetos selecionados na área de mobilidade urbana na região de Curitiba. Os projetos básicos para que sejam feitas as licitações estão sendo concluídos. “O ano de 2011 é decisivo na preparação para o mundial, no Brasil e no Paraná, porque concentra o início da maior parte das obras. Precisamos garantir que ainda neste semestre serão dados os passos iniciais para adequar a infraestrutura e serviços da cidade”, disse o minsitro.

Na reunião com Richa, o ministro recebeu um relatório das cidades paranaenses que oferecem centros de treinamento, aeroporto e infraestrutura hoteleira e de serviços suficientes para cumprir os critérios que a Fifa estabelece. Cascavel, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Paranaguá e Paranavaí foram vistoriadas por uma comitiva técnica dirigida pelos secretários da Copa no Paraná, Mário Celso Cunha, e de Curitiba, Luiz de Carvalho, e oferecem a infraestrutura mínima exigida pela Fifa e pela CBF, com rede hoteleira, aeroporto, centros de treinamento ou estádios aptos a receber as seleções.

O governador disse que as obras de melhoria da infraestrutura urbana para a Copa estão sendo encaminhadas e que recentemente liberou R$ 10 milhões para a prefeitura de Curitiba iniciar algumas dessas obras. O próximo passo é a contratação das obras que serão financiadas pela Caixa Econômica Federal, e que devem ser iniciadas ainda neste ano.

Dirigentes do Clube Atlético Paranaense informaram que as obras da Arena da Baixada devem começar ainda neste semestre e estarão prontas até dezembro de 2012, colocando Curitiba em um estágio avançado em relação às demais cidades que sediarão a Copa e que pretendem receber a Copa das Confederações.

O secretário de Esportes, Evandro Roman, participou do encontro com o ministro e disse que a grande importância do processo de preparação para receber o mundial é o legado que ficará para a população de Curitiba e do Paraná com a melhoria na infraestrutura. “Teremos uma evolução fantástica na mobilidade urbana, no transporte, com a execução em apenas alguns anos de obras que demorariam décadas para sair do papel”, disse Roman.

Centro de Excelência Esportiva – Richa também entregou ao ministro um conjunto de documentos do projeto do Centro de Excelência Esportiva do Paraná, em uma área de 93,4 mil metros quadrados, que foi cedida pelo município de São José dos Pinhais. O governador pediu apoio do ministro para a construção do centro, que está em fase de contratação de projeto arquitetônico e de engenharia, orçados em R$ 2,5 milhões. O projeto tem apoio da bancada federal do Paraná, que apresentou uma emenda ao Orçamento Geral da União, no valor de R$ 40 milhões — o valor foi reduzido para R$ 9 milhões, por conta dos cortes orçamentários. Uma nova emenda deve ser apresentada pelos deputados federais paranaenses este ano.


Secretaria de Estado da Comunicação Social - SECS
GUIASJP - Um serviço POW Internet
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.