Jurídica

STF suspende júri popular de Carli Filho
14-01-2016 15:40

Uma semana antes da data marcada para o julgamento do ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o júri popular que definiria o processo. Carli Filho é acusado de duplo homicídio doloso qualificado pela morte de dois jovens durante um acidente de trânsito em 2009. Na ocasião, o ex-deputado transitava, sob efeito de bebida alcoólica, a 170km/h.

A suspensão do júri foi baseada num pedido de habeas corpus da defesa do réu, que sustenta que o caso deveria ser julgado como duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Neste caso, Carli não iria a júri popular. Por ainda não terem sido julgados dois recursos da defesa, o Supremo suspendeu o julgamento até avaliar o mérito da ação.

A mãe de uma das vítimas do acidente, a deputada estadual Christiane Yared, publicou uma nota de pesar sobre a decisão do STF. “Um sentimento de revolta e uma mistura de dor insuportável, com indignação e senso de injustiça me acende como fogo. (…) Até quando o poder econômico e troca de favores políticos irão influenciar a Justiça Brasileira, ou a falta de Justiça?”, questiona. “A sociedade brasileira não suporta mais trocar filhos por cestas básicas. Não peço muito. Só o que me é de direito. Justiça!”, finaliza a deputada, que promete procurar o ministro Ricardo Lewandowski, presidente do STF, para falar sobre o caso.

Publicado: GuiaSJP.com - Jornalista Mauren Luc (Reprodução autorizada mediante citação do GuiaSJP.com)
GUIASJP - Um serviço POW Internet
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.