Segurança

Agentes penitenciários protestam após mais de 20 rebeliões no ano
22-10-2014 14:38

Agentes penitenciários do Paraná protestaram hoje (quarta) para pedir uma reforma na gestão carcerária. Depois de 22 rebeliões no ano e o motim de ontem (terça) a categoria reclama da atual administração no sistema penitenciário, reivindica mais segurança e contratações. O ato aconteceu em frente ao Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, com cerca de 200 manifestantes. O presidente do sindicato da categoria, Antony Johnson, lembra que os agentes estão proibidos de entrar em greve, e pedem uma secretaria própria para a administração do setor.

Segundo o Estado, 20 construções ou reformas em presídios, com previsão de término até o ano que vem, devem liberar 6.670 novas vagas no sistema. Parte das obras é feita com o repasse de R$ 128 milhões que o Ministério da Justiça fez ao Paraná, como parte do Programa Nacional de Apoio ao Sistema Prisional. Para o presidente do sindicato, a única medida efetiva é a construção de novas penitenciárias.

Neste ano, o estado investiu 38% da verba em construções (R$ 49,7 milhões). De acordo com a administração estadual, o convênio foi assinado no fim de 2011, mas a verba acabou liberada apenas em 2014. Depois da manifestação, órgãos de segurança do governo decidiram que vão encaminhar ao governador duas propostas: uma que integra os agentes penitenciários ao quadro da Secretaria de Segurança Pública e outra que altera a carga horária dos funcionários. Atualmente, eles trabalham um dia e folgam dois.

Fonte: BandNews Curitiba.
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.