Segurança

Ex-deputado Carli Filho irá a Júri Popular em janeiro
22-10-2015 14:57

O ex-deputado Fernando Ribas Carli Filho será julgado no Tribunal do Júri, em Curitiba, nos dias 21 e 22 de janeiro de 2016, à partir das 9h.

Carli Filho é acusado de matar Gilmar de Souza Yared e Carlos Murilo de Almeida em um acidente de trânsito há 6 anos, no bairro Mossunguê, em Curitiba.

Exames realizados indicavam que o ex-parlamentar estava embriagado na madrugada do crime, no dia 7 de maio de 2009.

A mãe de um dos jovens, Cristiane Yared, comentou o caso no Facebook. Segundo ela, “será um divisor de águas.” E pede que a Justiça seja feita.

A reportagem tentou entrar em contato com um dos advogados de defesa de Carli Filho, mas não conseguiu falar com ele.
A última segunda-feira era o prazo final para que a defesa do acusado indicasse testemunhas para o júri. Com o procedimento concluído, não havia mais nada que impedisse que o julgamento fosse marcado pela 2º Vara do Júri de Curitiba.

O Ministério Público e a assistência de acusação já tinham indicado anteriormente as suas testemunhas. Foram 10 nomes ao todo. Entre as testemunhas, estava um perito do instituto de criminalística.

Paralelamente aos encaminhamentos locais, tramitam no Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal recursos da defesa do ex-deputado que responde pelo crime de homicídio com dolo eventual.

Os advogados de Ribas Carli alegam irregularidades no processo. Uma delas diz respeito ao exame que acusou que o ex-parlamentar estava embriagado ao volante quando bateu no carro dos dois jovens. Transcrições deste exame ainda continuam no processo, mesmo tendo sido considerado ilegal o método de coleta.

Fonte: Andressa Tavares/CBN Curitiba
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.