Segurança

Governo dará início à construção de duas novas penitenciárias
04-01-2010 11:40

O governador Roberto Requião determinou nesta segunda-feira (04), na reunião Mãos Limpas, que a Secretaria de Obras entre em contato com a empresa vencedora das licitações de duas penitenciárias no estado, para dar início às obras. De acordo com Requião, a construção do novo Centro de Detenção e Ressocialização (CDR), em Cruzeiro do Oeste, inicia em janeiro, mas há preocupação do governo quanto ao centro de Maringá.

“Essa empreiteira está com algumas grandes construções e eu preciso ter certeza que ela terá condição de concluí-las, ver se ela não está assumindo obras acima da sua capacidade”, afirmou o governador, pedindo ao secretário de obras, Júlio Araújo, que se reúna com os representantes da empresa. “Se tivermos as garantias, eu homologo a licitação e as obras iniciam imediatamente”, disse Requião.

Desde 2003, foram colocadas em operação 12 penitenciárias, que mais que dobraram o número de vagas disponíveis, passando de 6.529 para as 14.568 atuais. “Com essas duas novas penitenciárias, a questão do alívio da carceragem está bem encaminhado”, avaliou o governador.

O governo do estado espera terminar o ano de 2010 com 20 mil vagas disponíveis no sistema carcerário, segundo o secretário de segurança pública Luiz Fernando Delazari. Apesar isso, lembra ele, as delegacias continuam cheias, com cerca de 13 mil detidos. “É evidente que o estado não pode parar de reprimir o crime, e como esse trabalho vem sendo muito bem feito, o número de presos não para de aumentar”, afirmou.

Cruzeiros do Oeste – A nova penitenciária, para a qual foi assinada a ordem de serviço pelo governador, terá capacidade para 728 presos em regime fechado. Os investimentos com recursos do governo federal somarão R$ 18,1 milhões, com contrapartida de R$ 3,6 milhões do Governo do Estado.

A nova unidade foi projetada nos moldes das inauguradas nos últimos seis anos, com divisão das alas de acordo com o perfil de presos, equipada com setor de saúde, biblioteca, assistência social, psicológica e jurídica, salas de aula e espaços para cursos e canteiros de trabalho.

Maringá - Com a inauguração da Penitenciária de Semiliberdade de Maringá, serão criadas mais 608 vagas no sistema prisional paranaense. O projeto prevê investimentos de R$ 4,8 milhões, sendo R$ 2,8 milhões do Ministério da Justiça e R$ 2 milhões do Estado do Paraná.

AEN
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.