Segurança

Secretária de Justiça diz que Estado será firme em não transferir presos rebelados
24-10-2014 16:01

Depois de anunciar medidas para endurecer a postura contra rebeliões no Paraná, a secretária de Justiça, Maria Tereza Uille Gomes, falou, em Maringá, sobre as ações e disse que o controle desta situação depende de todos. A secretária afirmou que a responsabilidade para conter a crise envolve a postura de presos, de agentes penitenciários e também do Estado.

Segundo a secretária, mais de 30 agentes foram demitidos, por decreto, desde 2011 e cerca de 500 procedimentos sobre o comportamento de agentes tramitam na Corregedoria-Geral da Justiça.

O Estado proibiu transferências de presos em motins. A secretaria afirmou que não vai voltar atrás ainda que a negociação seja mais difícil, mais demorada e mais complexa, em caso de rebelião.

Uma reunião será realizada às quartas-feiras, pela manhã, com a OAB, o Ministério Público, o Poder Judiciário e a Defensoria Pública, para definir transferências de presos possam ficar mais próximos de regiões de origem e também de lideranças criminosas que ofereçam risco em determinadas unidades. Esses encontros começam na próxima semana.

Um anteprojeto de lei que determina o corte do sinal de celulares nos presídios por parte das operadoras de telefonia, sob pena de multas, foi encaminhado para a Assembleia. A secretaria também responsabilizou as empresas nesse processo.

Este ano mais de quatro mil celulares foram encontrados em presídios do Paraná.

Fonte: CBN Notícias
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.