Segurança

Trincheira na Av. das Américas é interditada e famílias são retiradas
18-08-2014 16:54

Por motivos de segurança, a Defesa Civil de São José dos Pinhais interditou ontem (17) quatro residências e duas quadras ao redor da trincheira que está sendo construída na Avenida das Américas, no Centro da Cidade. A obra, que faz parte do pacote para a Copa do Mundo, sofreu tensão sobre as estacas de apoio e corre o risco de ceder. A passagem sobre a estrutura, nas ruas Joaquim Nabuco e Claudino dos Santos, também está interditada.

De acordo com o secretário de operações da Defesa Civil, Paulo Ramos, o problema foi detectado na noite deste domingo, após as chuvas dos últimos dias. “A terra trabalhou mas a empresa responsável já está levantando paredes de contenção e deve emitir um laudo sobre a situação até o fim do dia”, diz ele.

A interdição da área foi feita por medida de segurança e quatro famílias foram orientadas a deixar suas casas. Duas delas foram transferidas para hotéis da Cidade. Outras duas, se recusaram. “Eu não vou sair; faz 61 anos que moro aqui. Temos fé e se Deus quiser não vai acontecer nada”, acredita o almoxarife Luiz Binda Siqueira, que mora no local com a esposa e um filho.

Segundo o morador, o problema já foi percebido outras vezes e a obra estava parada há três semanas. “Já fez este buraco outra vez e arrumaram. Mas eles trabalham de vez em quando. Param muito. Neste final de semana ouvimos um barulho como se fosse um botijão de gás explodindo. Saímos assustados e não sabíamos o que era nem o que fazer. Tivemos muito medo.”

Seu sobrinho, o manobrista Rodrigo Siqueira, que mora ao lado, conta que o estrondo fez rachaduras em sua casa. “Reformamos o banheiro há um mês e olha só como está?”, fala, mostrando as rachaduras. “Esta obra já era para ter acabado há muito tempo e agora estamos nessa situação, que não sabemos até quando vai durar”, reclama. Ele, a esposa e a filha de três anos foram retirados da residência e estão em um hotel.

SOLO ESTABILIZADO
Em nota, a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) responsável pela obra, informou que “as chuvas deste final de semana acabaram carreando material em um pequeno trecho entre estacas, gerando fuga de material. Houve um acréscimo de tensão nos tirantes fazendo com que cedessem”.

Segundo a Comec, os engenheiros diagnosticaram que o solo do local já está estabilizado. “Nesta semana, será apresentada a solução para sanar o problema ocorrido na trincheira”, afirma a nota.


Veja matéria sobre o atraso desta obra, que era para ser concluída antes da Copa do Mundo!

Publicado: GuiaSJP.com - Jornalista Mauren Luc (Reprodução autorizada mediante citação do GuiaSJP.com)
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.