Serviços Públicos

Moradores reclamam das ruas nos bairros de SJP
20-10-2015 17:32

Buracos, lixo, falta de bueiros, placas de identificação, paisagismo, calçadas e meio-fio. Estes são problemas encontrados em algumas ruas de bairros em São José dos Pinhais. Moradores reclamam da falta de retorno da Prefeitura, enquanto sofrem para chegar a suas casas ou receber suas correspondências.

“Sem placas com o nome da rua fica difícil a localização para entregas de encomendas e pedidos de produtos. O problema maior é a água, que não tem para onde ir e invade as casas; precisa de um bueiro”, diz a moradora Noemi Gella, em uma rede social. “Essa rua fica ao lado das moradias e condomínios no Jardim Montreal e, portanto, esquecida.”

A rua a que ela se refere é Madalena Petroski, no bairro Campo Largo da Roseira. “Já fui no Urbanismo, procurei respostas e até agora nada. Uma vergonha total. É um descaso com os moradores e alunos que precisam atravessar esta lagoa toda vez que chove”, reclama Rosimeri Fernandes, no mesmo grupo do facebook.

Também online, o secretário de Viação e Obras, Leandro Rocha, responde que não esqueceu do compromisso que assumiu com os moradores. “Nós conseguimos acelerar o processo licitatório, com a alteração de fases, mas, ainda assim, a burocracia é muita no poder público. Poderíamos fazer uma obra paliativa nesse local mas o que eu queria mesmo era fazer essa obra já com base em um projeto que englobe o projeto da Francisco Pereira da Cruz. Verificarei o andamento do processo de projetos. Se ainda assim for demorar muito, vou autorizar uma obra mais simples”, assegurou.

A obra paliativa foi realizada, com a cobertura dos buracos. “Vamos ver para onde a água irá agora”, questiona Noemi.

COLÔNIA RIO GRANDE
A rua Espírito Santo, na Colônia Rio Grande (Santo Antônio), também vem despertando reclamação por parte dos moradores, que já chegaram a fazer até um abaixo-assinado para a Prefeitura resolver o problema. Buracos, lixo, falta de bueiros, calçadas, árvores e placa de identificação são algumas das melhorias solicitadas. “Tentamos há dois anos com a Prefeitura. Já fiz várias reclamações por e-mail, no site, já falei com vereadores, mas até agora nada, só mesmo a resposta padrão. A rua está abandonada”, explica o morador Efrem Boninsegna Júnior. “Fizemos até um abaixo-assinado com mais de 100 assinaturas e entregamos na Secretaria de Viação e Obras, mas também não resolveu”, conta.

Segundo o corretor de imóveis, a rua abriga três condomínios, um convento e várias casas. “São cerca de 70 famílias completamente abandonados. Nunca foi feito nada de melhoria em nossa rua e olha que ela fica ao lado do pátio da Secretaria de Obras”, observa.

Procurado pela reportagem do Guiasjp, o secretário municipal de Viação e Obras, Leandro Rocha, informou que a Rua Espírito Santo é uma via em anti pó e que, no momento, não existe previsão para pavimentação definitiva no local. “A manutenção com o serviço tapa-buracos será realizada em no máximo duas semanas”, garante o secretário, lembrando que a pavimentação da rua James Portugal, paralela à Espírito Santo, está quase concluída.

Publicado: GuiaSJP.com - Jornalista Mauren Luc (Reprodução autorizada mediante citação do GuiaSJP.com)
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.