Maná da Segunda

Maná da Segunda -> Atitude é fundamental



Por Jim Langley

Ter atitude é um dos traços ou qualidades essenciais para sucesso no mundo profissional e empresarial, embora nem sempre eu tenha acreditado dessa maneira.
 
Quando jovem, como profissional de recursos humanos, ironicamente desenvolvi uma postura negativa de enfatizar “atitudes”. Uma de minhas tarefas consistia em planejar avaliações de desempenho para os colaboradores. Solicitava aos supervisores que fatores de desempenho eles achavam necessário avaliar. Inevitavelmente diziam ser importante avaliar a atitude em relação ao trabalho.
 
Meu problema era não ver como seria possível mensurar atitude. Ainda assim me submeti à ideia de que a avaliação de atitudes tinha valor, já que precisava que executivos e gerentes comprassem o sistema que eu estava propondo. Mas me aborrecia a percepção dos supervisores e minha própria atitude não era correta. 
 
Com o tempo compreendi uma verdade importante: cada um de nós se posiciona em relação a muitas coisas. É da natureza humana formar opiniões e elas influenciam a forma como pensamos e agimos. Você pode até mesmo estar desenvolvendo uma postura ou atitude em relação à discussão deste tema, ou estar preocupado quanto a que direção isso irá tomar. Temos o direito de ter nossa própria postura, mas algumas vezes isso pode nos impedir de ver a verdade e ser obstáculo para nosso relacionamento com outros. 
 
Nossas atitudes podem nos impedir de efetuar mudanças de paradigmas valiosas – mudanças em nossa maneira de pensar – na forma como olhamos a vida em geral e a das pessoas que encontramos no dia a dia. Isso pode exercer grande impacto sobre nossos negócios, nosso casamento e outros relacionamentos.
 
A diversidade é bela quando vista através dos olhos de Deus, embora da nossa perspectiva possa parecer disfuncional e até irritante. Eu me atreveria sugerir que a resposta está em buscarmos desenvolver uma “atitude de coração” que agrada a Deus. 
 
Na  Bíblia, o rei Davi é descrito como “homem segundo o coração de Deus” (1Samuel 13.13-14; Atos 13.22). Não deixe que sua mente ou suas experiências o impeçam de ver a beleza do perfeito plano de Deus para cada pessoa que Ele criou. Não caia na armadilha de julgar os outros por não se encaixarem em sua percepção de como deveriam agir. 
 
Filipenses 2.3-8 fala especificamente disso: “Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus... esvaziou-se a Si mesmo, vindo a ser servo... E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a Si mesmo”.
 
Claro, existem verdades absolutas, mas não somos juízes ou júri. Esse é trabalho para Deus e Ele simplesmente deseja que O amemos com todo o coração, mente, alma e forças, e amemos os outros como a nós mesmos (Mateus 22.37-39). É o que a Bíblia descreve como  atitude correta!
 
Próxima semana tem mais!

Texto de autoria de Jim Langley, agente e perito em seguros de vida (CLU), da New York Life, desde 1983. Membro ativo do CBMC Santa Bárbara, Califórnia, 
desde 1987.

Tradução de Mércia Padovani.

Revisão e adaptação de Sergio Fortes

 


Veja mais Maná da Segunda

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.