Maná da Segunda

Maná da Segunda - Passos para Uma Cultura Sadia de Negócios



Por Rick Boxx

Em meu livro Unconventional Business (Negócios Não Convencionais), eu identifico cinco passos para desenvolver uma cultura sadia e ética dentro de uma companhia ou organização.  

O primeiro passo é “Avaliar o ponto forte de sua cultura”. Anos atrás revisei a avaliação de cultura com um empresário. Ele atribuíra a si mesmo o nível mais alto, presumindo que seu quadro de funcionários faria o mesmo. Entretanto, quando minha avaliação de sua companhia ficou pronta, o empresário soube que toda sua equipe avaliara sua liderança – e a cultura de sua organização – como sendo de um nível muito baixo. 

I Coríntios 3:18 diz: “Não se enganem. Se algum de vocês pensa que é sábio segundo os padrões desta era, deve tornar-se ‘louco’ para que se torne sábio.” Para estabelecer uma cultura sadia, comece por uma avaliação objetiva da cultura existente, caso contrário, você provavelmente cairá no engano.

O segundo passo é “Projetar uma visão para o futuro”.  Em 1961, durante a Guerra Fria com a Rússia, o presidente dos EUA, John F. Kennedy, projetou uma visão ousada. Ele proclamou que a América colocaria um homem na lua até 1970. Ao comunicar publicamente o seu sonho, Kennedy estabeleceu o cenário para o cumprimento daquela visão.

Em Habacuque 2:3 o Senhor disse ao profeta: “Pois a visão aguarda um tempo designado; ela fala do fim e não falhará...”  Sua equipe precisa ter uma visão de como será a cultura de sua organização no futuro. Se ela for vigorosa o bastante para contagiá-los, eles o ajudarão a alcançá-la. 

O passo três é “Desenvolver sua estratégia e táticas”. Sua cultura não mudará a não ser que você adote as medidas necessárias. Um amigo e eu fizemos uma consultoria com um empreiteiro sobre a sua cultura de negócios. Enquanto desenvolvíamos sua estratégia e táticas, tornou-se óbvio que ele tinha barreiras de linguagem que exigiam alguns ajustes. Isso ajudou o processo - e sua empresa – a seguir em frente com sucesso. 

Provérbios 16:9 ensina: “Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina seus passos.” Ao desenvolver sua estratégia e táticas, comece com uma visão para o futuro, convide Deus para fazer parte do processo e analise as etapas que sua situação, que é única, vai exigir. 

O quarto passo é “Comunique, comunique, comunique”. Se você não comunicar constantemente os seus valores e visão para o futuro, eles serão facilmente esquecidos. Alguns líderes promovem eventos tendo como foco os valores da companhia. Outros comunicam seus valores em telas de tevê ou em cartazes afixados nas paredes de seus escritórios. 

Em Deuteronômio 6:8-9, Deus comunicou Suas leis dizendo aos israelitas: “Amarre-as como um sinal nos braços e prenda-as na testa.  Escreva-as nos batentes das portas de sua casa e em seus portões”. Para desenvolver uma cultura sadia, comunique seus valores frequentemente e de forma consistente.

O passo final é “Faça avaliações e ajustes periódicos”. Uma companhia tinha uma cultura bastante forte. Contudo, quando um dos sócios a deixou levando consigo clientes e empregados, a cultura da organização se desintegrou. Desenvolver uma cultura não é um destino final, e sim uma jornada. 

Neemias, enfrentando um ataque inimigo, teve que avaliar sua cultura e ajustá-la enquanto reconstruía os muros de Jerusalém. Em Neemias 4:9 ele escreveu: “Mas nós oramos ao nosso Deus e colocamos guardas de dia e de noite para proteger-nos deles.” Não se esqueça de agendar avaliações periódicas como parte de seus planos para construir uma cultura sadia. 

Próxima semana tem mais!

Rick Boxx é presidente e fundador da "Integrity Resource Center", escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de "Momentos de Integridade com Rick Boxx", um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã. Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto.

Questões Para Reflexão ou Discussão   

1. Como você descreveria a cultura de negócios de sua companhia hoje?

2. Quais são seus pontos fortes e suas fraquezas?

3. Por que a cultura de uma organização é importante? Lucros e perdas, números de produção e vendas, devem ser considerados em primeiro lugar? Como uma cultura pode influenciar o sucesso ou fracasso em um negócio?

4. Se você fosse destacar um dos passos sugeridos, qual seria ele e por quê? 

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 24:27; 27:23-27; 29:18; Ezequiel 34:12; João 10:1-5; 11-15; Filipenses 2:3-4. 

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2016 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL

 


Veja mais Maná da Segunda

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.