Maná da Segunda

Maná da Segunda - Repensando as Prioridades no Mercado de Trabalho



Por Rick Boxx

No início de minha carreira, como muitos jovens, eu tentava adquirir um entendimento do que a busca pelo sucesso iria requerer.  Uma das coisas que aprendi nesse processo estava bem longe do que eu imaginava. 

A primeira vez que encontrei Gregg, ele disse: “Rick, se você optar por trabalhar comigo, precisará conhecer minhas prioridades de vida. Deus vem em primeiro lugar, minha família em segundo e o trabalho em terceiro.”   Para alguém que vinha “fugindo de Deus” por décadas, uma lista de prioridades nessa ordem era estranha para o meu modo de pensar.  Eu não podia imaginar como as prioridades de Gregg poderiam impactar a forma como ele dirigia o banco onde nós trabalhávamos. 

Em breve, porém, isso ficou claro. Antes de avançar em questões de maior importância, Gregg tomava suas decisões de negócios considerando primeiramente Deus e Seus princípios, tal como estão apresentados na Bíblia.  Observar a forma como ele tomava aquelas decisões, revelou para mim como buscar a sabedoria de Deus e me encorajou a considerar como colocá-Lo em primeiro lugar – fazer dele minha prioridade máxima.  Isso teria um impacto positivo em meu trabalho, sua qualidade e eficiência.  

Minhas perspectivas sobre trabalho e minhas prioridades não mudaram da noite para o dia, mas o exemplo de Gregg e as ideias que ele semeou em minha mente tiveram um profundo efeito em mim.  Mais tarde, elas deram frutos, revolucionando minha forma de pensar sobre os negócios e seu propósito – e o meu próprio propósito.  Por fim, isso me levou a estabelecer um ministério de consultoria no qual busco ajudar outros a também compreender o que significa seguir a admoestação de Jesus quando Ele disse:  “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas” (Mateus 6:33). 

Colocar Deus em primeiro lugar em nossa vida é mais fácil falar do que fazer. Primeiramente, precisamos crer que é possível fazer isso, e depois, agir de acordo com essa crença.  Esteja certo de que surgirão desafios ao longo do caminho, testando nossas convicções.  Haverá tempos em que ficaremos a imaginar: “Se eu insistir em colocar Deus em primeiro lugar, isso não vai funcionar.”  Podemos ser tentados e pensar:  “Bem, transigir um pouquinho não fará mal algum, não é? Vou torcer um pouco as regras dessa vez, e nunca mais farei isso.” 

Isso, porém, é um dos motivos para lermos:  “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança.  E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma.” (Tiago 1:2-4).  Quando a sua fé é testada, incluindo o seu desejo de permanecer fiel às prioridades que foram determinadas, a perseverança se desenvolve.  Isso nos capacita a permanecer fiéis para com as nossas convicções, mesmo quando isso se torna difícil. 

Algumas pessoas podem pensar que tornar Deus a prioridade máxima é um ideal atraente, mas não é nada prático.  Vivemos e trabalhamos em um ambiente profissional altamente competitivo e inflexível, onde a maior parte das pessoas opera segundo as regras que vão contra os princípios bíblicos.  Como podemos nos desenvolver sob tais circunstâncias?  Precisamos ser realistas, certo?

Foi isso o que eu pensei quando conheci o Gregg, mas ele provou que eu estava errado.  Mesmo quando confrontado com a adversidade, ou quando uma decisão em particular era muito difícil, ele jamais vacilou.  Ele permaneceu fiel às prioridades que tinha declarado a mim – Deus, família e depois, trabalho. 

Em alguns momentos houve um preço a pagar, a necessidade de fazer um sacrifício, mas ele nunca transigiu com seus valores.  E ele nunca se arrependeu por adotar esse padrão.  

Permita que eu lhe pergunte:  Que lugar Deus ocupa em suas prioridades de trabalho?

Próxima semana tem mais!

Rick Boxx é presidente e fundador da "Integrity Resource Center", escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de "Momentos de Integridade com Rick Boxx", um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto .

Perguntas para Reflexão ou Discussão   

1. Quais seriam suas prioridades de trabalho?  Você já tentou consciente e intencionalmente defini-las em sua mente, ou escrevê-las para revisá-las periodicamente?

2. Se você tem se esforçado para colocar Deus em primeiro lugar em seu trabalho e empresa, tem sido fácil ou difícil permanecer fiel a esse compromisso?  Que desafios tem enfrentado?

3. Se você nem sempre tem colocado Deus como prioridade máxima no trabalho, pode pensar em alguém que o tenha feito?  Em sua visão, qual tem sido o impacto desse comprometimento?

4. Em sua opinião, porque o teste de nossa fé – permanecer fiéis a nossas prioridades – resulta no desenvolvimento da perseverança?  Por quer isso é importante ou mesmo necessário?

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Salmos 127:1-2; Isaías 26:3; 41:10; Mateus 6:9-13,19-21, 24-34; Filipenses 4:19. 

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL

 


Veja mais Maná da Segunda

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.