Maná da Segunda

Maná da Segunda - Tensão Entre Trabalhar e Esperar



Por Ken Korkow

Durante minha infância minha mãe sempre dizia: “Tudo de bom acontece com quem espera, contanto que trabalhe duro enquanto espera.”  Minha mãe e meu pai eram ambos focados e exigentes. Eles sobreviveram à Grande Depressão e não queriam que ninguém na família passasse pela mesma experiência. Sendo assim, os valores e virtudes do trabalho duro, mesmo a custo de outras coisas, eram vigorosamente impressos em nossa mente. 

Lembro-me de quando garoto, de pensar: “Quando eu crescer NÃO vou ser como meu pai.”  Contudo, me tornei exatamente como ele, não apenas por trabalhar arduamente, mas também por ser exigente, focado em completar a tarefa e colher as recompensas. Cumprindo o ditado, “Uma maçã não cai longe da árvore”, padronizei minha vida pela de meu pai de tal modo que frequentemente ouvia alguém dizer: “Você é exatamente como o seu pai”.

Por favor, entenda: eu herdei muitos traços positivos e recebi boas lições de meus pais. E sou grato por isso. Entretanto, quanto mais velho fico, aprendo a confiar menos no poder de minha própria carne e, ao invés disso, agir com o reconhecimento de que minha real identidade, propósito e modo de viver vêm de Deus. 

Considere as palavras de Hanna Whitall Smith no clássico devocional diário, Mananciais no Deserto, de Lettie Cowman: “Um espírito quieto é de extraordinário valor na execução das várias atividades; e nada atrapalha tanto a operação das forças escondidas, das quais, afinal, depende o nosso sucesso, como um espírito de agitação e ansiedade. Há imenso poder na quietude. Disse certa vez um grande santo: ‘Todas as coisas vêm à mão daquele que sabe confiar e esperar.’ Essas palavras estão carregadas de significado. O conhecimento deste fato mudará enormemente o nosso modo de trabalhar. Em vez de agitação e luta, estaremos sentados interiormente, diante de Deus, e deixaremos as forças divinas do Seu Espírito operar em silêncio os fins a que aspiramos“.  

Tal perspectiva, é claro, é contrária à filosofia típica da urgência, do “preciso ter isso feito”, que governa tantos de nós quando assumimos nossas responsabilidades profissionais diárias. Contudo, a experiência tem me ensinado que também existe grande benefício no esforço determinado para cultivar um espírito quieto e praticar a imobilidade a despeito do caos que pode estar ao nosso redor. Aqui estão dois princípios tirados da Bíblia que aprendi e apliquei: 

Estar disposto a desacelerar e esperar em Deus, ao invés de tentar fazer as coisas acontecerem por nós mesmos. Em nosso mundo acelerado e estressante, é preciso grande determinação para parar as engrenagens e confiar em Deus para nos guiar e solucionar as dificuldades e desafios que podemos estar enfrentando. Isso exige fé, mas aprendi que confiar em Deus nunca falhou para mim. “Parem de lutar! Saibam que Eu sou Deus! Serei exaltado entre as nações, serei exaltado na terra” (Salmos 46:10). 

Ao desacelerarmos, também devemos apresentar nossas preocupações a Deus.  Preocupação e ansiedade são companheiras constantes para muitos de nós no mercado de trabalho, mas geralmente são emoções improdutivas. Quanto mais nos preocupamos, menos realizamos. Oração, por outro lado, pode realizar muito mais do que podemos imaginar. “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus” (Filipenses 4:6).   

Próxima semana tem mais!

Artigo de autoria de Ken Korkow, que mora em Omaha, Nebraska, U.S.A., onde ele serve como Diretor do CBMC. Adaptado de “Fax of Life” (Fax da Vida), coluna que ele escreve semanalmente. Usado com a devida permissão.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de Sergio Fortes.

Questões Para Reflexão ou Discussão  

1. Você concorda que “coisas boas acontecem com aquele que espera, contanto que trabalhe duro enquanto espera”?

2. Por que é tão difícil estarmos quietos e esperar, especialmente quando precisamos concluir um projeto, temos um prazo final para cumprir ou encontrar resposta para um problema urgente?

3. Hanna Whitall Smith disse que, “Há imenso poder na quietude.”  Você acredita nisso? Qual é esse poder?

4. Já houve um momento em que você decidiu se aquietar e esperar, mesmo quando tudo dentro de você gritava que deveria continuar trabalhando? Qual foi o resultado?

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Salmos 37:4-7; Provérbios 3:5-6; 16:3, 9; 19:21; 21:21, 30; Mateus 6:25-34; 7:7-12. 

 

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Connecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL

 

 


Veja mais Maná da Segunda

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.