Mensagem do dia

Mensagem do dia 26 -> Sempre o velho medo



Leitura: Mateus 17.1-13

Ouvindo isso, os discípulos prostraram-se com o rosto em terra e ficaram aterrorizados. (v. 6)

Medo, um sentimento natural para uma hora como aquela, não é mesmo? Quem não sentiria temor ao deparar-se com a presença e voz real do próprio Deus?
Todos nós temos algum tipo de medo. O medo sempre se refere a algo ou alguém que nos faz sentir fracos, indefesos ou ameaçados. Para mim, a altura e queda são algumas coisas que dão medo. Por isso, um parque de diversões está longe de me divertir... Montanha russa, então, é o caos.
O interessante é que dificilmente conseguimos fingir ou disfarçar diante daquilo que gera nosso medo, não é mesmo?
De alguma forma, ficamos bem transparentes...
Assim, o medo dos discípulos os joga ao chão. E isso também é natural porque, diante da glória de Deus e de sua luz, vemos o quão pequenos e falhos somos.
Aqui o homem, tão orgulhoso de dominar o mundo e todas as coisas que nele estão, cai prostrado. A luz que faz Pedro, Tiago e João caírem no chão é a mesma que nos confronta. Ao iluminar-nos, faz que vejamos o que realmente somos: pessoas pequenas e distantes da vontade de Deus.
Não será por esse motivo que muitos evitam ter algum tipo de contato com o Deus verdadeiro? Não será por isso que muitos de nós desviamos de cada “pedacinho” dessa luz e preferimos dar enormes voltas nas trevas, por não querermos enfrentar esse holofote que não deixa nada escondido?
E você, já passou por essa experiência do encontro? Do encontro que o fez prostrar-se?

Oração: Senhor, não me deixes sem a experiência do verdadeiro encontro contigo!

Orando em Família.
Diariamente uma mensagem nova para você e sua família. Conheça o site do Movimento Encontrão. Clique aqui!

Veja mais Mensagem do dia

Mensagem do dia 26 ->Sempre o Velho medo



SEMPRE O VELHO MEDO

Leitura: Mateus 17.1-13

Ouvindo isso, os discípulos prostraram-se com o rosto em terra e ficaram aterrorizados. (v. 6)

Medo, um sentimento natural para uma hora como aquela, não é mesmo? Quem não sentiria temor ao deparar-se com a presença e voz real do próprio Deus?
Todos nós temos algum tipo de medo. O medo sempre se refere a algo ou alguém que nos faz sentir fracos, indefesos ou ameaçados. Para mim, a altura e queda são algumas coisas que dão medo. Por isso, um parque de diversões está longe de me divertir... Montanha russa, então, é o caos.
O interessante é que dificilmente conseguimos fingir ou disfarçar diante daquilo que gera nosso medo, não é mesmo?
De alguma forma, ficamos bem transparentes...
Assim, o medo dos discípulos os joga ao chão. E isso também é natural porque, diante da glória de Deus e de sua luz, vemos o quão pequenos e falhos somos.
Aqui o homem, tão orgulhoso de dominar o mundo e todas as coisas que nele estão, cai prostrado. A luz que faz Pedro, Tiago e João caírem no chão é a mesma que nos confronta. Ao iluminar-nos, faz que vejamos o que realmente somos: pessoas pequenas e distantes da vontade de Deus.
Não será por esse motivo que muitos evitam ter algum tipo de contato com o Deus verdadeiro? Não será por isso que muitos de nós desviamos de cada “pedacinho” dessa luz e preferimos dar enormes voltas nas trevas, por não querermos enfrentar esse holofote que não deixa nada escondido?
E você, já passou por essa experiência do encontro? Do encontro que o fez prostrar-se?

Oração: Senhor, não me deixes sem a experiência do verdadeiro encontro contigo!
Orando em família. Diariamente uma mensagem nova para você e sua família. Conheça o site do Movimento Encontrão. Clique aqui!

Veja mais Mensagem do dia

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.