Reflexão

A Fé Começa em Casa – Aliança



Por acaso, duas pessoas viajam juntas, sem terem combinado antes? (Amós 3:3)

Tudo em nossa vida começa com uma aliança.

Primeiro, devemos ter aliança com Deus para estarmos juntos Dele aqui e na eternidade. Muitos dizem ser de Deus mas não possuem aliança com Ele, de verdade, nunca pensaram que precisariam fazer isto.

Quando estamos em paz com alguém, não há discussão, desentendimento e brigas. Mas ao entrar a inimizade, esta traz consigo uma série de coisas ruins para um relacionamento.

Entre nações também é assim, a ponto de que se há um tratado de paz, escreve-se um acordo de entendimento mútuo, e as nações vivem em paz.

Em relação a Deus, este acordo se dá quando nos colocamos sob a autoridade de Deus. Pelo que lemos nos evangelhos, o próprio Jesus disse que para estarmos em paz com Deus devemos fazer a Sua vontade e aceitar o sacrifício dele por nós. Só então entramos na Nova Aliança de Deus para com os seres humanos.

Segundo, precisamos ter aliança e acordo com nosso cônjuge. Para termos uma vida conjugal saudável e de acordo com os princípios bíblicos, precisamos estar em comunhão em nossa casa.

A aliança significa que daremos nossa palavra para nosso cônjuge para o resto da vida, ou como diz a autoridade religiosa, “até que a morte os separe”. Quer dizer, entrar na vida a dois para não sair.

Agora, viver juntos mas se dando mal traz uma péssima qualidade de vida. Imagine-se fazendo uma aliança para toda a vida e não querer se dar bem com a pessoa com quem se comprometeu. Será um desastre, além de uma tristeza para ambos e para quem mais estiver perto.

Estar em acordo e não ter aliança significa um casamento em que os cônjuges se entendem mas não possuem compromisso um com outro.

Para que o casamento seja de acordo com o que Deus planejou, um oásis de bênção, alegria e frescor, é necessário acordo, ou seja, aliança.

Assim, é necessário um aceitar o outro como é, com suas qualidades e defeitos, sabendo que todos nós caminhamos para a perfeição em Cristo através da santificação, o que ainda não alcançamos.

Quando a Telma e eu iniciamos nosso namoro, o que mais fazíamos era ajustar nossas ideias e pensamentos. Cada encontro era uma oportunidade de conversarmos sobre cada ponto de vista e então definirmos como nós dois juntos iríamos tratar o referido tema na nossa casa.

Assim, ela falava como funcionava na casa dos seus pais determinado assunto e eu falava sobre minha casa. Em seguida discutíamos os prós e contras de cada método e definíamos o que para nós dois parecia ser o mais acertado do nosso ponto de vista e do ponto de vista bíblico.

Desta forma fomos desenvolvendo um acordo entre nós em muitas áreas. Isto foi importante, pois para mim havia certas questões que a esposa deveria realizar e para ela havia pontos que o marido deveria atender. Foi muito gostoso ouvirmos um do outro as coisas que estavam no coração de cada um e que estavam de acordo com o nosso sonho um para com o outro.

Passamos a conhecer melhor a forma de pensar um do outro e então saber quem era a pessoa que estaria ao nosso lado pelo resto da vida.

Hoje já temos mais tempo juntos do que vivemos solteiros, e aqueles assuntos que discutimos de maneira saudável no namoro agora são substituídos por outros temas que vão surgindo ao longo da caminhada, pois a vida não para, ela é dinâmica.

O fato de termos um acordo em aliança não significa porém que deixamos as situações passarem por nós sem serem analisadas ou discutidas, mas sim que as discutimos com a maturidade e seriedade necessárias a cada momento.

Pois, se iniciarmos bem, mas não continuarmos com a comunicação aberta, as questões mal resolvidas irão se acumulando e vai ter um momento de explosão, o que não será nada bom. O ideal é iniciar e terminar bem, mas é melhor terminar bem apesar de ter começado mal, do que começar bem e terminar mal. Isto significa que sempre é tempo de mudar para melhor. Então resolva cada problema na hora que surgir, sempre com amor, assim continuarão a viagem juntos, conforme deseja Nosso Pai Celestial.

Senhor Jesus, manifesto meu desejo de estar em Aliança contigo através do Seu sacrifício na cruz e entrar em aliança (acordo) com meu cônjuge. Para isto, desejo perdoar todas as atitudes do meu cônjuge que me desagradaram, assim como peço perdão pelos meus atos impróprios para com meu cônjuge. Senhor, aumenta o amor pelo meu cônjuge, religa-me contigo e com a minha família. Amém!

Luis Antonio Luize


Uma Parceria Diária com Deus
Edificando o Povo de Deus pela Internet


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.