Reflexão

A Fé Começa em Casa – Fale de Vida



O que você diz pode salvar ou destruir uma vida; portanto, use bem as suas palavras e você será recompensado. (Provérbios 18:21)

Muito cedo em nosso casamento fomos orientados e aprendemos que na nossa língua está o poder do bem e do mal. O verso acima nos deixa claro que assim é.

No dia a dia estamos envolvidos em tantas atividades com tanta gente que nos esquecemos disto. Nos encontramos com alguém e, muitas vezes, devido ao comportamento desta pessoa, proferimos palavras desagradáveis que causam mal-estar.

Temos, minha esposa e eu, ministrado muitas pessoas que passaram por situações difíceis em suas vidas, seja na infância seja já adultos.

É muito comum que estas pessoas tenham guardado mágoas e rancores de seus pais, mais comumente do seu pai, por este nunca ter lhe dirigido uma palavra de encorajamento ou de afirmação.

Alguns gastam muito de suas vidas querendo receber aprovação do mundo e das pessoas à sua volta procurando preencher o espaço que deveria ter sido ocupado pelas palavras de um pai que reconhece seu filho.

Recentemente, soube do caso de um pai que, sendo muito ativo na igreja, com formação secular e teológica, que quando seu filho em torno dos 20 anos lhe disse seu sonho de trabalhar como missionário em outro país, recebeu como palavra algo como:

— Você? Você não é nada! Como é que você vai conseguir fazer isto?

Outros pais e mães só sabem lançar maldições sobre seus filhos, tais como:

— Você é um pestinha!

— Você é um endiabrado mesmo!

— Você é um problema!

— Você não foi desejado, veio por acaso.

— Eu não queria você!

— Você não presta mesmo!

É muito triste saber de situações como estas. Sei que muita gente passou por isto na vida. Mesmo que, depois, seu pai tenha lhe pedido perdão, fica claro o coração de um pai amargurado e descontente com sua própria realização de vida e que está reproduzindo o ciclo da ferida no coração do seu filho, o qual tratarei nos próximos artigos.

Nós como pais precisamos curar nossos corações para podermos agir com leveza, clareza e amor para com nossos filhos, evitando descarregar nossas frustrações, medos e anseios sobre eles. Se fazemos isto é porque vemos eles como nossa propriedade, o que pretensamente nos confere autoridade e achamos que podemos falar o que quisermos e eles devem simplesmente aguentar.

Mas não é assim que Deus planejou para os pais em relação aos filhos. Precisamos apoiar nossos filhos de maneira que a cada pequena vitória sejam estimulados a prosseguir na vida.

Nós sempre procuramos afirmar aos nossos filhos que os amamos, dizendo palavras de amor e demonstrando o afeto a eles.

Percebemos que quando fazemos isto eles passam a construir sua autoestima de maneira centrada em Cristo e correta do ponto de vista humano. Sempre que há algum tipo de dificuldade em casa com os filhos, normalmente é porque está faltando atenção e afirmação.

Não importa a idade, neste momento temos filhos entre 11 e 27 anos, o princípio é o mesmo, o que muda é que cada um está desenvolvendo e quanto precisam de apoio.

Afinal, eles nos veem como espelhos, referências, modelos a seguir. Se seus atos são discriminados ou rejeitados, pode significar a eles a incapacidade de atingir a maturidade tal como são seus pais. Por outro lado, se estimulados sentem-se firmes e entendem que estão se desenvolvendo para atingir posição equivalente a nossa.

Por isto, minha esposa e eu sempre procuramos ensiná-los sobre aquilo que aprendemos na vida, para que possam continuar do ponto em que estamos, assim eles crescerão muito mais do que nós, o que será um prêmio que conquistaremos ainda nesta vida se Deus o permitir.

Senhor Jesus, quero pedir perdão a Ti por todas as vezes em que proferi palavras de morte aos meus filhos, cônjuge e àqueles à minha volta. Manifesto o desejo de mudar meu comportamento e tornar-me numa pessoa que edifica as pessoas ao meu redor. Assim, peço que Teu Espírito Santo me auxilie nesta caminhada de renovação da minha mente e das minhas atitudes. Amém!

Luis Antonio Luize

ICHTUS – Uma Parceria Diária com Deus
Edificando o Povo de Deus pela Internet


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.