Reflexão

A Fé Começa em Casa – Ir Além



Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra. (Atos 1:8)

Pelos registros que dispomos esta foi a última orientação dada por Jesus antes de subir aos céus. É interessante notar a progressão da atividade proposta por Jesus. Ele diz : ser-me-eis testemunhas tanto em … como em … e até.

Aí está uma revelação poderosa do Senhor Jesus a nós. Jerusalém (tanto em) representa o que está mais próximo e ligado ao judaísmo e àqueles novos cristãos sendo formados. A Judeia e Samaria (como em) representava os povos judeus miscigenados, misturados pelos reis que haviam vencido Israel nas inúmeras batalhas, mas que não deixava de representar seu país como um todo, enquanto os confins da terra (e até) significando o mundo todo, qualquer pessoa, raça e credo.

Portanto, um cristão, deverá dar testemunho vivo de Cristo na sua família e igreja (tanto em), somente depois pode ser testemunho para seu estado e país (como em) e em seguida para as nações do mundo (e até).

Jesus está nos falando a respeito de integridade, pois pede para sermos a mesma pessoa em todos estes lugares para chegarmos a ir além.

Normalmente as pessoas vivem uma vida emocional pobre em suas casas, mas então se vestem de uma máscara e saem por ai mostrando-se superiores aos demais, falando de santidade mas sem vida com Deus. Desejando ir além, mas com sua vida construída sobre pilares que não podem sustentar os desafios que se apresentam diariamente.

O crescimento pessoal é progressivo e dinâmico, não podemos obtê-lo instantaneamente e nem parar achando que já obtivemos tudo que precisamos. É preciso construí-lo a cada momento e oportunidade que surgirem.

Também é assim na família. Não temos como pular degraus no relacionamento familiar e acreditar que teremos vitória. Nossa família precisa ser fundamentada na rocha que é Cristo e vivermos de acordo com a sua Palavra para o casamento.

Muitas vezes, quando nos pedem aconselhamento conjugal, numa breve análise da situação nos deparamos com cônjuges que desejam ter vitória na vida conjugal, mas que não estão dispostos a fazer o que a Palavra pede, tal como: fidelidade em aliança; viver em acordo e harmonia; ter comunhão com o cônjuge, com os filhos e com os demais familiares, e viver em novidade de vida, alegre pelo que Deus lhe concedeu.

Assemelha-se a uma pessoa ferida que apenas a cobre sem tratar. Isto me lembra da situação que minha mãe conta de um acidente que eles tiveram. Devia ser aproximadamente o ano de 1958. Meu pai e minha mãe estavam casados há alguns anos e minha irmã mais velha estava com uns 2 aninhos.

Papai tinha uma charanga, na época um carrão, e saiu com a família, muito alegre. Entretanto, um outro veículo se chocou com eles causando um acidente. Os carros daquela época eram muito fortes mas pouco seguros para os passageiros.

O vidro se quebrou e provocou muitos cortes. Minha irmã perdeu a ponta de um dos dedos da mão, algo que a incomodava, pois não conseguia alcançar as notas necessárias no piano com aquele dedo.

Mas meu pai ficou muito machucado na sua mão direita. Todos os tendões da parte de cima da mão foram cortados pelos cacos de vidro e seus dedos ficaram caídos. Ao chegar ao hospital o médico queria limpar o machucado e engessar sua mão.

Minha mãe apesar de abalada emocionalmente, não estava machucada, e discutiu com a enfermeira e exigiu que o médico fizesse a sutura dos tendões e somente depois de curada desta ferida que colocasse o gesso.

Resultado, a mão do meu pai foi restaurada e ele brincava que tinha mais força nesta mão porque os tendões haviam sido encurtados. Com esta mão ele pôde trazer o sustento para nossa casa, pois trabalhou em cartório durante muitas décadas e digitava todos os dias com aquela mão, fruto da luta vitoriosa pela restauração.

Muita gente escuta o conselho de pessoas que acreditam que podem ajudá-las mas cujo fim será a morte. Mas aqueles que desejam ter vitória lutam por aquilo que é de valor em suas vidas e passam a ser testemunhas vivas do agir e do mover de Deus na família (tanto em), na igreja, no trabalho (assim como) e em todos os lugares aonde vai o respeitam (e até).

Pai celestial, que eu possa ser uma testemunha viva do teu mover em minha vida e que a minha família seja restaurada. Faz de mim uma pessoa vitoriosa, para isto coloca em meu coração o desejo de lutar por mim, pelos meus e pela família. Amém!

Luis Antonio Luize


ICHTUS – Uma Parceria Diária com Deus
Edificando o Povo de Deus pela Internet


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.