Reflexão

Adoração errada



Dave Branon
Leitura Atos 19:23-41

…há o perigo de a nossa profissão cair em descrédito… —Atos 19:27

Outras leituras Ageu 1–2 e Apocalipse 17


Se você realmente deseja preocupar as pessoas, ameace a economia delas.

Um mau quadro econômico faz políticos perderem eleições e a ameaça de recessão quase fez com que o apóstolo Paulo fosse expulso de Éfeso.

Eis o que aconteceu. Paulo chegou à cidade e começou a falar ousadamente, “…dissertando e persuadindo com respeito ao reino de Deus” (Atos 19:8). Por mais de dois anos ele pregou o evangelho, e muitos começaram a seguir Jesus.

Devido ao sucesso de Paulo em fazer as pessoas verem que existe apenas um Deus verdadeiro, muitos efésios deixaram de adorar a deusa Diana. Isso foi má notícia para os prateiros, que ganhavam a vida criando e vendendo estatuetas de Diana. Se um número suficiente de pessoas deixasse de crer nela, eles iriam à falência. Quando os artesãos perceberam isso, houve alvoroço e tumulto.

Este incidente de Éfeso pode lembrar-nos de avaliar nossos motivos em adorar a Deus. Os prateiros queriam proteger sua adoração como uma maneira de proteger sua prosperidade. Que isso nunca possa ser dito de nós! Jamais permita que sua adoração a Deus torne-se uma avenida para a boa fortuna.

Nós adoramos a Deus pelo Seu amor por nós e por quem Ele é, não porque o fato de amá-lo possa nos ajudar em nossos momentos de dificuldade. Adoremos a Deus da maneira correta.

Texto extraido do site ministeriosrbc.org
Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.