Reflexão

Armadura Orando – Vivendo o Evangelho



“Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos,” (Efésios 6:18-18)

Curiosamente, ou nem tanto, o único item dessa armadura descrita pelo apóstolo Paulo que menciona algo como “todo tempo” é a oração. Se isso faz parte da armadura, devemos então deduzir ou entender que seja um item que não pode ser retirado, não pode ser descartado, não pode ser removido – não é opcional. Ainda tem um reforço na segunda parte falando em “toda” perseverança.

A oração é mais do que um assessório da armadura, pois qualquer elemento que possa ser descartado tem de ser colocado em segundo plano diante dela. A oração é como algo que passa a fazer parte do soldado, torna-se integrante deste. É impressionante o que acontece quando uma pessoa ora com sinceridade diante de Deus.

Eu tenho dito há muitos anos que a Bíblia fala pouco sobre a oração em si, mas fala muito sobre o que acontece quando alguém ora. Há bons e profundos ensinos sobre a oração, sem dúvida. Mas nada mais didático e explicativo do que ler uma história dizendo “fulano orou e”. Todos os grandes homens e mulheres de Deus, em todo período narrado nas Escrituras, tinham na oração sua arma mais poderosa e seu recurso mais produtivo. Mesmo Jesus de Nazaré, na qualidade de filho de Deus encarnado, teve práticas de oração exemplares. Ele, que não precisaria.

Aprender a orar pode dar trabalho e pode levar tempo, de fato, mas é o que vai fazer toda diferença. É orando que recebemos de Deus discernimento, que aprendemos a ouvir a Sua voz e mais do que tudo, é como nos fortalecemos. Nesta descrição de uma armadura, Paulo dá foco e importância à oração que nos ensina, por si só, o quanto devemos levar esse tema a sério.

Orando em todo tempo é fácil de entender. Basta não parar de orar. Poucos conseguem ser mais ocupados que eu, creiam. Mas se é assim, não dá para ver televisão nem filme ruim no youtube, nem ficar de conversa jogada fora. Dá para orar dirigindo, viajando no ônibus, tomando banho, comendo… não estando dormindo… Em todo tempo. É fácil de entender.

Só pode ser do inferno o descrédito que temos na oração em nosso tempo. Funciona, é de graça, mesmo mal feito dá resultado, não exige formação, não distingue pessoas, não tem limite. E falando sério – é bom demais…

Temos de lembrar continuamente que Deus não precisa de nós, mas nós dependemos Dele. Ao orarmos nos aproximamos, ouvimos e sentimos Ele falar conosco, entendemos as coisas, crescemos e nos fortalecemos. E é bom demais… Eu tenho práticas de oração que não servem de regra, como acordar de madrugada, dirigir 14h quase sem parar, me trancar sozinho por um ou dois dias. Não precisa ir a tanto, basta fazer algo – desde que seja sem cessar.

Deus espera isso de nós, mas não precisa disso para nada. É um ato de amor de Sua parte, pois Ele sabe que isso é o melhor para nós.

Em tempo, me deem licença que vou parar de escrever para orar mais um pouco.

“Senhor, eu quero e preciso estar mais perto de Ti, sentir Tua Presença. Me ajuda a aumentar minha intensidade de oração até eu conseguir de fato orar em todo tempo, sem cessar.“

ICHTUS
Ajudando Você a Crescer

 


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.