Reflexão

Cruz – Vida Eterna



Da mesma forma como Moisés levantou a serpente no deserto, assim também é necessário que o Filho do homem seja levantado, para que todo o que nele crer tenha a vida eterna. (João 3:14-15)

A referência aqui nos leva a Números capítulo 21 quando, por ordem do Senhor, Moisés fez uma serpente de metal para promover cura de qualquer um que fosse picado por uma cobra no deserto. Moisés levantava a haste, o paciente olhava para a serpente e era curado, de modo que o veneno não lhe fazia mal. Este é um ensino poderoso, pois sua simplicidade tem relegado o entendimento de muitos a um certo misticismo.

Temos a cruz como uma referência para ser olhada, mas ela não passa de um símbolo para herança até que o Senhor venha. Preste atenção ao texto acima e veja que nem menciona a cruz, mas sim o Filho de Deus. É olhar para Jesus que traz vida eterna e não olhar para a cruz em si, pois ela por si mesma nada mais é do que dois pedaços de pau presos um ao outro. Pense comigo: antes de Jesus ser crucificado quem curava os enfermos? Quem libertava oprimidos? Quem ressuscitava mortos? Era a cruz ou era Jesus?

A cruz não mudou Jesus, mudou a mim e a você, pois agora nela temos uma referência visível do grande mistério invisível que aconteceu ali. Jesus continuou sendo Jesus e a cruz continuou sendo dois pedaços de pau. Mas ao se juntarem para cumprir o propósito do Pai, Jesus crucificado muda a história da humanidade, começando por mim.

Com a serpente de metal feita por Moisés era suficiente olhar para ela; com Jesus crucificado o texto diz que é preciso crer – claro, pois o mistério é invisível e a fé consiste em ver o que não se pode ver. As cobras que picavam aquele povo no deserto representam o inferno atacando o povo de Deus e a serpente de metal representa Jesus crucificado. Se tivermos fé no Filho de Deus e Seu sacrifício por nós, nem o inferno pode nos envenenar.

A morte de Jesus na cruz, por ter sido Ele levantado em nosso favor, nos livra da morte e nos traz a promessa certeira de uma vida eterna com Ele. Não tenha dúvida disso, meu querido, pois se Jesus tivesse vindo a este mundo e falado bonito seria apenas mais um, mas Ele se deu a morrer em nosso lugar e isso ninguém mais fez. A cruz é o símbolo da vitória Dele sobre a morte e nossa garantia de uma vida eterna. Os outros profetas que voltem da morte como Ele voltou e se entendam entre si, meu Jesus está vivo e ativo para me assegurar algo que eu nem merecia: viver para sempre com Ele.

Reforço o que disse antes: a cruz é um símbolo visível de um mistério invisível. Agora concordemos: é um símbolo poderoso.

Senhor, obrigado por Teu sacrifício naquela cruz trazendo cura para o veneno do inferno que me sentenciava à morte. Em Cristo tenho vida Eterna e isso ninguém pode me roubar. Aleluia.

Mário Fernandez

ICHTUS
Edificando o Povo de Deus pela Internet

 


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.