Reflexão

Jesus e os Usuários do Ashley-Madisson



Se você não sabe do que se trata o site Ashley Madisson não fique triste, pois não perdeu nada. No entanto, devido às consequências do que aconteceu com ele, a mídia acabou lhe dando destaque.

Para aqueles que não conhecem, o site Ashley Madisson se propõe a ser um serviço de contato para pessoas que desejam ter relacionamento extraconjugal. É isso mesmo: adultério é o nome certo da coisa. O lema deles é “a vida é curta, tenha um caso.” Sempre prometeram discrição total e segurança. Mas, recentemente um grupo de hackers conseguiu invadir o sistema e divulgou os dados de milhões de usuários do site.

Confesso que eu não estava dando atenção ao caso, pois todo mês tem algum vazamento de informação e segredos são revelados ou a privacidade de alguém é violada. Mas ao saber que pessoas chegaram o ponto de tirar a vida por não suportar a vergonha de ter seus atos revelados me fez parar para pensar: o que Jesus diria para as pessoas que se associaram ao site?

Lembre-se, o site tem o propósito de ajudar quem quer quebrar a sua aliança conjugal, ou seja, ajuda pessoas a se tornarem hipócritas vivendo vidas duplas, que propositadamente mentem para seus cônjuges. Não é acidental, é intencional.

Neste caso, eu tenho dificuldade de enxergar um Jesus paz e amor, pasteurizado, sorridente, olhando com olhar meloso. Ao ler os evangelhos e ver como ele tratou os hipócritas do seu tempo com firmeza, baseado na verdade, penso que Jesus os olharia com a mesma firmeza e lhes diria:

“Não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido.” (Lucas 12:2)

O site sempre prometeu que tudo o que fosse “negociado” através dele seria mantido em sigilo, mas o princípio por traz deste versículo é que Deus fez o universo para andar na luz, ou seja, em verdade e transparência. Por isso, não adianta intencionar manter o pecado em segredo, mais cedo ou mais tarde, ou ele será denunciado ou o próprio pecador se revelará em busca de perdão e alívio para sua culpa.

“Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes {no sangue do Cordeiro} para que tenham direito à arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros…” (Apocalipse 22:14,15)

Jesus também deixa claro que a consequência última dos que resolvem se manter no pecado do adultério é a separação eterna de Deus. Esta é uma verdade que poucos gostam de ouvir, principalmente nestes tempos de meias palavras e pouco compromisso que vivemos. As pessoas querem viver do jeito que bem entendem e depois querem impor a Deus seus torcidos conceitos de justiça esperando que Ele os aceite nos termos deles. Jesus, porém, avisa no Apocalipse que, independente de como você pense, no último dia serão os termos Dele que definirão quem entra e quem fica de fora.

“Arrependam-se, pois, e voltem-se para Deus, para que os seus pecados sejam cancelados” (Atos 3:19)

Arrepender-se é reconhecer que os seus caminhos estão errados e que você precisa parar de ir para onde está indo e tomar outro caminho. No caso, o caminho é voltar-se para Deus para ter seus pecados perdoados, reconhecendo que o sacrifício de Cristo na cruz foi em seu lugar.

Não importa se o meio para o pecado foi o site Ashley Madisson ou qualquer outro site. Pode nem ser através da internet. O que importa é que a Palavra de Deus garante que o pecado será revelado. Em vez procurar o adultério, façamos como José, que se manteve fiel a Deus e fugiu do pecado.

“Senhor, eu quero andar na luz, com verdade e integridade. Ajuda-me a permanecer fiel tanto a Ti como à minha esposa e família.”

Vinicios Torres

ICHTUS
Ajudando Você a Crescer


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.