Reflexão

Liderando Com o Coração – Cuidado com os Liderados



Então disse Judá: Já desfaleceram as forças dos carregadores… então pus o povo, por famílias… dispus-me e disse… não os temais; lembrai-vos do Senhor, grande e temível, e pelejai pelos vossos filhos, vossas filhas, vossa mulher e vossa casa. (Neemias 4:10-14)

Algum tempo atrás, uma amiga da família nos contou uma situação que aconteceu. Ela estava passando um período familiar difícil pois o marido estava com problemas de saúde e um filho, dependente de drogas, estava em crise. Por isso, acabou ficando uns dois meses sem participar das atividades da igreja. Um domingo ela fez um esforço e foi ao culto. Quando estava entrando na igreja, o seu supervisor de célula chegou para ela, sem lhe perguntar nada sobre o que estava passando, e disse: “Então, a sua célula já está pronta pra multiplicar? A multiplicação tem que ser este mês pois temos que atingir as metas!”. E continuou andando sem nem dar a ela tempo de responder.

Neemias tinha uma meta: restaurar os muros e reedificar a cidade. Ele dependia das pessoas para isso, pois não poderia fazer isso sozinho. Na verdade não faria sentido fazer isso sozinho, pois o objetivo era restaurar a cidade para que essas mesmas pessoas vivessem nela e glorificassem ao Senhor com suas vidas ali. Mas a sua meta não obscureceu a sua visão para as necessidades das pessoas.

Ele foi alertado para o fato de que as pessoas estavam sobrecarregadas e ele sabia das ameaças de serem atacados durante a reconstrução. Tendo isso em vista, ele reestruturou o trabalho de maneira que as famílias ficassem juntas. Isso teve dois propósitos (1) ter as famílias juntas dava aos trabalhadores a certeza de que estavam seguras, pois estavam debaixo do seu olhar (2) motivava o trabalhador a defender o lugar onde estava com mais ânimo. Depois de fazer esta reestruturação, Neemias animou ao povo, estimulando-os a confiarem no Senhor e lutar por suas famílias, que eram o que de mais precioso tinham.

Já frequentei igreja onde os jovens eram ensinados a ignorar os seus pais para correrem atrás de atingir as metas. Conhecemos pessoas que deixaram de participar da vida e dos eventos da família para ficarem onde os seus “líderes” determinavam. A justificativa? Tinham que trabalhar para o crescimento do reino. O problema era que não ficou muito claro de quem era o reino que estavam construindo.

O verdadeiro líder sabe que tudo que se faz visa atingir as pessoas. As instituições são criadas para servir as pessoas e as primeiras pessoas a usufruírem do que está sendo construído deveria ser as que participaram da sua construção. Atingir meta sem que todos os que contribuíram sejam abençoados e terminem melhores do que começaram é fracasso do mesmo jeito que se não atingisse.

Pode até ser que no nosso sistema injusto (e algumas igrejas estão implantando sistemas muito injustos) de avaliação acabemos promovendo aqueles que atingem metas apesar de abusarem de outras pessoas para isso. Mas não significa que Deus olhe para essa situação e aprove. Na verdade, se você ler bem a Bíblia verá que esta atitude é condenada.

Neemias sabia que a sua mão de obra era justamente as pessoas para quem a cidade estava sendo reconstruída. Ele tratou de adequar o plano de trabalho para eles tivessem segurança e motivação.

Lembre-se, você só é líder se tiver alguém que o segue e que o ajuda a executar seus sonhos. Você só será líder de verdade se o sonho realizado também puder ser usufruído por aqueles que o ajudaram. Caso contrário, você só estará usando eles.

Senhor, ajuda-me a ser honesto comigo mesmo e me avaliar se, como líder, eu tenho sido cuidadoso com as pessoas que têm me ajudado a construir o sonho que me deste.

Vinicios Torres
Uma Parceria Diária com Deus
Edificando o Povo de Deus pela Internet


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.