Reflexão

Liderando Com o Coração – Delegue e Libere



Depois que o muro foi reconstruído e que eu coloquei as portas no lugar, foram nomeados os porteiros, os cantores e os levitas. Para governar Jerusalém encarreguei o meu irmão Hanani e, com ele, Hananias, comandante da fortaleza, pois Hananias era íntegro e temia a Deus mais do que a maioria dos homens. (Neemias 7:1,2 NVI)

Ao terminar reconstrução dos muros, a principal obra do projeto de Neemias, ele estabelece pessoas de confiança e integridade para governar a cidade. O muro estava reconstruído, as portas estavam colocadas, portanto a cidade agora tinha o necessário para ser um lugar seguro para se morar. Mas poucas pessoas estavam morando lá, pois quase tudo tinha sido destruído pelos babilônios quando estes conquistaram a cidade quase um século antes. O trabalho de repovoar a cidade e manter a sua ordem foi transferida para estas pessoas que Neemias nomeou.

Neemias agora vai cuidar de outros aspectos da vida do povo judeu, e deixa os detalhes da vida diária para os novos responsáveis por ela. Deste ponto até o fim do livro de Neemias você lerá que ele se dedica a ajudar o povo a voltar à prática da obediência à Lei de Deus. Ele entende que só assim o povo poderá voltar a receber as bênçãos de Deus e habitar em segurança na cidade restaurada. Ele se lembra que a destruição da cidade e o exílio foram causados pela desobediência e pela idolatria.

Esta mudança de fase, podemos dizer assim, na vida de Neemias demonstra um princípio muito importante que qualquer líder deve compreender. Os projetos e missões têm tempo de vida e os líderes devem estar atentos para discernir quando seus projetos chegaram ao final e é hora de seguir em frente para os próximos desafios.

O final do projeto não precisa, necessariamente, ser o encerramento dele. Pode ser o final para você como líder dele, a hora de passar o bastão para outro. Moisés, por exemplo, não encerrou o projeto de levar o povo para conquistar a terra prometida, no momento indicado por Deus ele passou a liderança a Josué, que terminou a missão.

Muitos projetos, missões e ministérios perdem o melhor que Deus tem para eles porque seus líderes se recusam a entender que o tempo deles ali acabou e insistem em exercer o poder que não é mais deles naquela obra. Igrejas definham porque seus líderes não reconhecem as novas lideranças. Obras sociais e ministérios perdem a efetividade porque seus líderes já não têm mais a paixão que os levou a iniciar aquela obra. Por causa dessa atitude, muitos, por não verem mais a mão de Deus agindo, substituem a dependência do poder de Deus pelas técnicas de animação de auditório para fazer com que as pessoas acreditem que a sua liderança ainda é legítima.

Neemias, porém, conscientemente faz a transição sem problemas. No momento certo ele abre mão da autoridade sobre a cidade passando esta autoridade para quem de fato deve exercê-la a partir de agora. Ele sabe que, no fundo, todo o projeto é de Deus e ele apenas um instrumento.

Muitos líderes têm dificuldade com este momento pois muitas vezes a criação e o crescimento do seu projeto levaram muitos anos e consumiram muito da sua energia e da sua própria vida. É uma reação humana perfeitamente compreensível esta resistência.

Mas aproveite este momento para examinar a sua atual situação e avaliar se você não está resistindo em uma posição de liderança que não é mais sua. Se você entender que isso está acontecendo reconheça que Deus tem o controle de todas as coisas e confie que Ele não apenas tem novas pessoas para esta posição como novos desafios para você.

Senhor, ajuda-me a reconhecer os momentos de transição em minha vida e, com confiança, abrir mão liberando o que não é mais meu para seguir adiante e conquistar o próximo desafio.

Vinicios Torres


ICHTUS – Uma Parceria Diária com Deus
Edificando o Povo de Deus pela Internet


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.