Reflexão

Liderando Com o Coração – Estratégia da Cooperação



Junto a ele edificaram os homens de Jericó… Ao seu lado… Junto deles… Junto a estes… A outra parte… Depois dele… (Neemias 3:1-32)

Este capítulo de Neemias poderia ser chamado de capítulo da cooperação ou capítulo da delegação, pois exemplifica perfeitamente uma das capacidades mais importantes que um líder deve ter: a de organizar o trabalho, distribuir as tarefas e delegar as responsabilidades.

Esse, na verdade, foi o segredo para o trabalho ter sido feito em tão pouco tempo. Neemias dividiu os muros da cidade em setores e as famílias se tornaram responsáveis pela reconstrução dos setores próximos de onde moravam. Alguns grupos de fora de Jerusalém também são mencionados.

A rapidez da reconstrução dos muros era um fator primordial, pois Neemias sabia que quanto mais demorasse mais sujeito eles estariam aos ataques que os adversários sempre ameaçavam. Ele sabia também que a demora traria desânimo àqueles que se engajaram voluntariamente no trabalho. Assim a estratégia divisão do trabalho provou-se efetiva.

Vejamos alguns efeitos desta estratégia:

1. Cada grupo ficou responsável por uma parte que, comparada à extensão total do muro, era considerada pequena. Isso fez com que a tarefa se tornasse possível aos seus olhos. Nada tira mais o ânimo de uma equipe do que começar uma tarefa com a certeza de que não serão capazes de realizar plenamente.

2. A distribuição de equipes por toda a extensão do muro fez com que ele fosse reconstruído por inteiro, garantindo a segurança da cidade. Se Neemias concentrasse os esforços em áreas específicas e levantasse o muro todo um setor de cada vez, ele estaria deixando as áreas não trabalhadas sujeitas à invasão dos inimigos. Fazendo assim, ele garantiu que a cidade toda estava sob vigilância.

3. Cada equipe que conseguia terminar a sua parte do trabalho passava a apoiar as equipes restantes, ajudando-as a terminar a sua parte mais rapidamente.

Com essa estratégia de construção, Neemias conseguiu edificar o muro em toda sua extensão simultaneamente, sem sobrecarregar demasiadamente cada equipe, mantendo o moral elevado por verem a cada dia o resultado coletivo do seu trabalho.

Essa estratégia de Neemias foi ótima para este propósito. Será que ela é apropriada para todo esforço coletivo que fizermos?

Não.

Neemias orou e planejou a sua estratégia conforme a sua necessidade. Já o meu projeto ou o seu projeto podem ter necessidades totalmente diferentes. Precisamos ter a consciência de que a estratégia tem que ser adequada para cada desafio.

No entanto, os princípios de como conduzir as pessoas são universais, não importa a estratégia escolhida eles permanecem os mesmos.

Senhor, ajuda-me a buscar em ti a estratégia correta para o desafio que me colocas para enfrentar. Eu sei que com a tua direção os nossos planos terão sucesso.

Vinicios Torres
ICHTUS – Uma Parceria Diária com Deus
Edificando o Povo de Deus pela Internet

Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.