Reflexão

Mordomia Cristã



O Salmo 24 inicia com a seguinte afirmação: “Ao SENHOR pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam”.
Com freqüência dizemos que DEUS é o Criador dos céus, da terra e de tudo o que neles há, mas de fato, nem sempre nos damos conta do que isto significa ou implica. Veja: Se ele é o Criador, também é proprietário, Senhor sobre tudo e todos, e aí, eu me incluo – sou propriedade de Deus.
Quando Jesus veio nos resgatar do “império das trevas” e nos conduzir ao Seu Reino, ele o fez, com o Seu precioso Sangue, dado e derramado por nós – Ele nos comprou - (Cl 1.13,14; At 20.28; I Co 6.20, 7.23; Ap 5.9)
O Salmo 8 indica que Deus nos criou de forma singular e nos colocou sobre toda a Sua Criação como Mordomos, Administradores, como aqueles que tem a função e responsa-bilidade de gerenciar, de zelar, de cuidar, de usar, mas também, que tem a obrigação de prestar contas de tudo o que lhes foi confiado.
Muitas vezes lemos a parábola dos talentos de Mateus 25.14-30 de uma forma impes-soal, ou quando muito, aplicando a mesma aos outros, mas ela tem a ver conosco, comigo e com você. Esta é uma leitura que vale a pena fazer, tendo em vista que eu sou o servo da mesma.
Deus nos confiou a VIDA e tudo o que diz respeito a ela. Quando falamos em Mordo-mia Cristã, lembramos de três áreas que precisam de atenção e constante correção de rumos.
Mordomia do Tempo: Tempo é um dom precioso de Deus, dado a todos e que precisa ser bem usado e empregado. Muitas vezes só nos damos conta de sua importância, quan-do não o temos mais.
Precisamos de tempo para Descansar, para repor nossas energias e isto tanto no dia a dia, como também na semana. O dia de descanso não é um mandamento por acaso, é uma necessidade e que gera bênção a todos. Precisamos de tempo para o Trabalho, para os afazeres que nos cabem, para os Estudos ou Preparação Profissional. Trabalhar é bom e dignifica o ser humano. Precisamos de tempo para o Lazer, para nós mesmos, para os outros e para Deus.
Mordomia dos Talentos: Todos recebemos talentos, capacidades e habilidades e oportunidades para o nosso bom desempenho pessoal e profissional. Os filhos de Deus, recebem também dons espirituais, para o seu trabalho e ministério junto aos outros e a igreja. Precisamos descobrir, desenvolver e usar os mesmos, isto nos realiza como pessoas e edifica o todo.
Mordomia dos Tesouros: O uso responsável do Tempo e dos Talentos gera Tesouros, que igualmente são dádivas de Deus. O que fazemos do dinheiro, bens, posses e riquezas é algo tão espiritual quanto qualquer outra área de nossa vida. Os dízimos e as ofertas são partes deste bom gerenciamento que Deus espera de seus filhos e aos quais iremos prestar contas.
Seja você também, um bom mordomo de Cristo.

Miss. Celso Misfeldt

Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.