Reflexão

Novidade de Vida – Fé



Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. (Hebreus 11:6)

Este versículo é muito conhecido e muito pregado, mas eu gostaria de pensar nele numa perspectiva de nova vida em Cristo. Quando sua primeira parte usa a expressão "agradar a Deus" meu entendimento se voltou para outra direção. Se fosse para me agradar, a não a Deus, o texto diria. Então porque fico pedindo a Deus que me dê ou aumente minha fé, se é para "eu fazer" ou "eu poder" ou "eu conseguir"?

Interessante que se eu não agradar a Deus certamente Ele não se alegrará comigo, e a alegria Dele é a minha força. Você se sente fraco? Conhece cristãos fracos? Tem ajudado a fracos? Talvez apenas falte agradar a Deus com fé. A salvação vem por meio da fé e esta também agrada ao Senhor, que não deseja que ninguém se perca. Se começarmos a ligar os pontinhos, o que vamos ver é uma figura assustadora: legiões de pessoas chorando, se ajoelhando, levantando as suas mãos, pulando, ou em silêncio, com olhos fechados, emocionadas ou não - dizendo que querem adorar a Deus e glorificá-lo. Muitas, se não a maioria, com pouca ou nenhuma fé - garantia de fracasso na investida.

O versículo continua dizendo que é preciso crer que Ele existe e recompensa, ou seja, Deus é real e ativo. Crer que Ele existe não me parece um grande desafio. Até o ditos mais ateus soltam um "Deus me livre" de vez em quando, o que transparece alguma crença na existência de um ser superior, ainda que erroneamente formatado em relação ao Deus Soberano que servimos. Mas, recompensador complica sobremodo, pois o mesmo que recompensa os que o buscam tem de agir sobre os que fogem Dele, por uma questão de justiça. Ou será que Deus é uma via de mão única em perdão e amor sem justiça e sem aplicação de correção? Não me parece ter amparo bíblico, pois vejo Deus agindo nos dois sentidos tanto no Antigo como no Novo Testamento.

É preciso que entendamos que a fé que Deus espera de nós para agradá-lo vem de dentro de nós. Não é apenas para salvação de nossa alma, não é para promover milagres, não é para mover no sobrenatural - embora tudo isso seja bom e correto. Deus espera se alegrar conosco numa fé que gera temor e justiça em nós, pois devemos estar cientes que ele recompensa. Em tempo, prender um bandido também é uma recompensa por seus atos, portanto recompensar me leva diretamente ao conceito de justiça.

Ouvi uma palavra recentemente que mexeu com meu conceito de fé: a verdadeira fé que Deus espera é a fé que beneficia e abençoa os outros e não a mim. Não é egoísta, é solidária e democrática. Como? Abrindo mão, negando a mim mesmo, sendo obediente, repartindo, abençoando. Não parece familiar? Bíblia pura.

Vamos assumir um propósito de desenvolver e crescer em fé diante de Deus para agradá-lo, servi-lo e glorificá-lo. Isso vai agradá-lo e alegrá-lo. Isso vai nos fortalecer. Quem sabe não é esse o tão falado "avivamento" que estamos esperando...

"Senhor, me perdoe por minha pouca e fraca fé. Ainda que eu esteja acima da média dos cristãos de meu tempo, sei que Tu queres mais de mim. Ajuda-me a aumentar minha fé para abençoar Teu povo, Tua igreja, Tua família de muitos irmãos semelhantes a Jesus."

Mário Fernandez
Edificando o Povo de Deus pela Internet
Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.