Reflexão

Novidade de Vida – Propósito



Tendo, pois, Davi servido ao propósito de Deus em sua geração, adormeceu, foi sepultado com os seus antepassados e seu corpo se decompôs. (Atos 13:36)

Em uma leitura recente deste texto Deus falou comigo. Eu vi literalmente este versículo dividido ao meio na palavra “adormeceu” e as duas partes tendo uma mesma revelação, como duas metades de uma mesma fruta.

De um lado, temos Davi servindo ao propósito de Deus para a sua vida dentro da sua geração. Isso meu querido, é eterno por mais que um dia nossa vida se encerre neste mundo. Uma geração marcada é uma geração que muda, que age diferente, que pensa diferente, que ensina diferente a próxima geração. Davi marcou sua geração e Israel nunca mais foi o mesmo povo depois de Davi. Foi assim com Noé, com Abraão, com Moisés, com Elias, com Jesus e deveria ser igualmente comigo e contigo.

De outro lado, temos um corpo mortal se decompondo e, portanto, perdendo completamente sua serventia. O corpo humano serve para nos levar de um lugar para o outro, serve para nos dar sentidos (visão, audição, olfato, tato e paladar), serve para nos relacionarmos uns com os outros, serve para… enfim, serve para cumprir o propósito de Deus em nossas vidas na nossa geração! Isso sim posso te garantir que será, como foi com Davi, igualzinho comigo e contigo. Esse corpo vai se decompor certamente.

Uma nova vida em Cristo é uma vida que dá foco e prioridade em buscar e cumprir o bendito propósito de Deus na sua geração. Não adianta tentar deixar um legado para a posteridade sem marcar o tempo presente, assim como não tem qualquer valor se especializar no passado (ou ser escravo dele) sem marcar o tempo presente.

Olhe ao seu redor, somos um bando de solitários no século XXI transitando por ruas lotadas, entrando em aviões lotados, andando por lojas lotadas e muitas vezes frequentando igrejas lotadas – mas usualmente solitários. Que propósito isso cumpre, meu irmão?

O meu propósito não precisa e talvez nem deva ser o seu, mas na minha geração eu quero deixar uma marca. Quero te fazer um convite imaginário para o qual fui convidado muitos anos atrás. Imagine o dia do seu velório. Você morreu, seu corpo está ali sem vida em uma urna de madeira e há pessoas ao redor. O Senhor lhe permitiu ver e ouvir seu próprio sepultamento, hipoteticamente. Agora responda para si mesmo: O QUE ESTAS PESSOAS ESTÃO PENSANDO E DIZENDO A SEU RESPEITO?

A resposta desta pergunta, meu querido leitor, é a única resposta que consigo imaginar para esta outra pergunta: que propósito de Deus você cumpriu na sua geração? Não adianta nos enganarmos nem procrastinarmos. O propósito que cumprimos vai aparecer desse modo, seja ele para Deus ou não.

Declare morte ao inútil, insípido e indiferente que mora dentro de você e, como eu, entre numa batalha diária constante e ininterrupta para que este traste jamais ressuscite! Escolhi há uns 15 anos o que quero que comentem no meu velório, e estou semeando isso diariamente desde então. Te convido a vir comigo.

Senhor, longe de mim me achar perfeito ou completo, mas agora que entendi mais claramente que o eterno é o Teu propósito e não o meu corpo, quero mudar. Me ajuda a ser mais relevante na minha geração, dentro das minhas características, virtudes e limitações.

Mário Fernandez


ICHTUS – Uma Parceria Diária com Deus
Edificando o Povo de Deus pela Internet


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.