Reflexão

Protegendo a Infância – Reino



Mas Jesus chamou a si as crianças e disse: Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino de Deus pertence aos que são semelhantes a elas. (Lucas 18:16)

Uma das maneiras mais importantes para preservar e proteger a infância de uma criança é direcioná-la nos caminhos do Senhor. Primeiro, por que isso definirá seu futuro e, se tudo correr bem, sua eternidade. Segundo, por que no Reino de Deus criança tem privilégios especiais de criança. Terceiro, por que quem entende minimamente o Reino de Deus saberá como deixar uma criança ser o que ela de fato é: criança.

Todo tipo de abuso é gerador de problemas e muitas vezes de traumas e danos muito complicados de curar, mesmo ao longo do tempo. Devemos considerar como um comportamento abusivo privar uma criança de ser levada aos pés do Senhor? Alguns consideram que cada pessoa deve ter liberdade para escolher seus próprios caminhos espirituais. Eu pessoalmente não creio assim, pois no meu entendimento as promessas de Deus se cumprem quando cumprimos a nossa parte e nitidamente, sem sombra de dúvida, Jesus disse que o Reino pertence aos semelhantes aos pequeninos.

Para que uma criança seja ensinada a andar com o Senhor é preciso que seus pais, seus familiares, também o façam para poder mostrar mais do que falar. Ao criar nossas crianças no meio do povo de Deus, estamos protegendo-as debaixo da potente mão de Deus, para que o próprio Deus os proteja na fase adulta. Se privarmos uma criança de aprender do Senhor na infância, na fase adulta será espetacularmente mais dificil.

Proteger é livrar de perigos, ameaças, tormentos. Proteger é preservar. Proteger é dar cuidado. Tudo isso cabe completa e perfeitamente no conceito de andar com Deus. Olhemos para nossos pequenos como pedras preciosas e delicadas que precisam de cuidado.

“Senhor, quero olhar para os pequeninos como o Senhor olha, dando a eles o cuidado e a proteção do Teu arraial. Me ajuda a tratar das crianças como o Senhor deseja.”

Mário Fernandez

ICHTUS, vem do grego ixtus, que significa peixe. Era o símbolo dos cristãos primitivos perseguidos pelo poder romano. As letras eram as iniciais das palavras Iesus Xristos Theos Huios Sopter (Jesus Cristo, Filho de Deus, o Salvador).

Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.