Reflexão

Quem realizará MINHAS Metas?



José Querubim participava de um culto animado onde ele sentia que Deus estava presente quando, de repente, o preletor da noite aponta para ele e o chama para frente. O homem apontando o dedo para ele entrega-lhe o que entende ser uma profecia, uma mensagem de Deus: “Você será evangelista. Pregará o evangelho a muitas pessoas e ganhará muitas vidas para o Reino de Deus.” Ele voltou para casa maravilhado por Deus ter-lhe falado daquela maneira.

Passaram-se os anos, na verdade décadas, desabafando frustração, perguntou: “E a profecia? Por que não se realizou na minha vida?”

Perguntei-lhe o que ele tinha feito após o episódio, que passos tinha dado em direção ao objetivo que Deus lhe tinha proposto.

“Você foi para um seminário teológico?”

“Não”, respondeu ele.

“Você foi participar de um treinamento de evangelismo?”

“Não”, respondeu de novo.

“Você se envolveu com o departamento de missões ou evangelização da sua igreja?”

“Não”.

“Você passou a ler livros sobre evangelismo ou leu as biografias de grandes evangelistas para saber o que eles faziam?”

“Precisava?”

“Você ao menos passou a aproveitar as oportunidades de falar para as pessoas a respeito de Jesus?”

“Nunca tive muitas oportunidades para isso, as pessoas não perguntam.”

“Está explicado porque nada aconteceu.”, concluí.

Não importa se a sua meta surgiu do seu exercício de examinar seus desejos e necessidades ou se você entende que foi inspirada por Deus através de qualquer meio, o responsável por fazer ela acontecer é um só: VOCÊ.

É você que deve dar os passos em direção ao seu objetivo descobrindo que ações são necessárias e realizando-as.

Muitas vezes você não saberá todas as ações que são necessárias, mas identifique a primeira e vá atrás dela. À medida que você andar o caminho se descortinará diante de si e descobrirá a próxima ação necessária.

Imagine o adolescente Davi, que estava cuidando do rebanho de ovelhas de seu pai, quando foi chamado para casa rapidamente. Ao chegar lá, o velho sacerdote Samuel dá-lhe um banho de azeite saído de um chifre e diz “Deus me mandou ungi-lo pois você será rei de Israel”. Ele volta para as suas ovelhas e fica imaginando como ele se tornará rei, como se preparará para isso? Ele sabe que os reis estão sempre envolvidos em batalhas e guerras e para ter o respeito de seus soldados e súditos ele tem ser um bom lutador e corajoso. Passa a treinar todos os dias para ser um bom atirador de funda. Exercita a coragem enfrentando animais muitos maiores do que ele como leões e ursos que vinham atacar seu rebanho. Ele estava se preparando como podia. Ele não sabia mais nada sobre o caminho para o trono, mas o que ele sabia ele fez.

Até o dia que surgiu a oportunidade de dar o próximo passo. Ao enfrentar o gigante Golias ele estava preparado, pois tinha a coragem para enfrentar perigos maiores que ele, como também tanta habilidade com a funda que lhe dava certeza que não erraria o tiro. Vencido Golias, Davi foi levado para viver na casa real e a participar do exército do país.

De passo em passo Davi chegou ao trono prometido.

Ao olhar para a vida dele você percebe que ele foi o responsável pela caminhada. Deus o ajudou em todo o tempo, inclusive com ações milagrosas quando necessário. Mas se Davi não tivesse lutado pelo que sonhava, talvez tivesse terminado a vida tocando harpa para ovelhas em algum campo de Israel.

Não terceirize seus sonhos esperando que alguém os realize para você, torne-se você mesmo o responsável pela conquista deles.

Vinicios Torres

ICHTUS
Edificando o Povo de Deus pela Internet


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.