São José promove Semana da Consciência Negra
13-11-2019 15:25

Atribuído à morte de Zumbi dos Palmares (1.695), líder negro do Brasil que lutou contra o sistema escravista durante o período colonial, séculos XVI e XIX – o Dia Nacional da Consciência Negra – instituído no país pela Lei nº 12.519 de 10 de novembro de 2011, foi idealizado com o intuito de valorizar a comunidade e cultura afro-brasileira além de reconhecer sua fundamental contribuição ao país.



Em São José dos Pinhais, a Prefeitura, através da Secretaria de Cultura do município – Semuc, realiza no próximo dia 20 (quarta-feira), às 14h, no Museu Municipal Atílio Rocco – Rua XV de Novembro 1660 – a abertura da exposição ‘Identidade Negra: Trajetórias AfroSão-joseenses’, que resgata a história do negro no município e aborda a influência africana na música, na religião e também na culinária e no idioma no Brasil.



A programação também inclui ações educativas com temáticas afro-brasileiras que vão acontecer nos períodos da manhã e da tarde dos dias 21 e 22 de novembro.



No sábado (23) o Grupo Usina da Percussão vai se apresentar no projeto Jardim Musical, às 13h.



Sobre as leis



Instituída em 1.871 a Lei do Ventre Livre, foi a primeira lei criada para defender os direitos dos negros e concedia liberdade aos filhos dos escravos nascidos após a lei. Em 1.885, foi criada a Lei do Sexagenários que proporcionava liberdade aos escravos com mais de 60 anos de idade. Assinada em 13 de maio de 1.888 pela Princesa Isabel, a Lei Áurea foi responsável pela libertação dos escravos.



Por Alexandre Torres Jr 



Publicado: Comunicação Social da Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais
POW INTERNET
POW INTERNET