Educação

Alunos da rede pública conquistam 39% das vagas no vestibular da UFPR
18-01-2006 09:31

O desempenho dos alunos vindos das escolas públicas nos vestibulares mais concorridos do Paraná vem aumentando nos três últimos anos. No último vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), por exemplo, candidatos que cursaram integralmente o ensino médio em colégios da rede estadual conquistaram 39,18% das vagas. Outros 13,1% dos aprovados cursaram parcialmente o ensino médio em colégios públicos. No total, mais da metade (52,28%) dos aprovados no vestibular da UFPR cursou o ensino médio, total ou parcialmente, em escolas estaduais, superando, com larga folga, as cotas de vagas reservadas pela universidade para os alunos oriundos das escolas públicas e afro-descendentes.

Neste ano, os alunos da rede pública conquistaram 1.687 de um total de 4.306 vagas ofertadas pela UFPR e, segundo José Erasmo Gruginski, assessor acadêmico do Núcleo de Concursos da UFPR, já disputam as vagas da instituição praticamente em pé de igualdade com os estudantes que freqüentaram a rede privada de ensino. Gruginski baseia sua constatação num dado: o percentual de alunos da rede pública entre o total de inscritos no vestibular (39,67%) foi praticamente o mesmo do percentual de aprovados (39,18%).

Igualmente relevante é o fato de que a aprovação dos alunos da rede pública vem crescendo independente da política de cotas da UFPR. No penúltimo vestibular da entidade, o primeiro com cotas, eles haviam alcançado 36,65% de aprovação. Os resultados são ainda mais significativos se comparados com a realidade em outros estados. No último vestibular da Universidade Federal de Minas Gerais, por exemplo, alunos da rede pública que cursaram total ou parcialmente o ensino médio em escolas públicas conquistaram 36,6% das vagas, 15,6 pontos percentuais a menos que na UFPR (52,28%) neste ano.

Resgate da credibilidade. Esses resultados, segundo o secretário de Estado da Educação, Mauricio Requião, são reflexos de todos os avanços obtidos na educação pública do Estado na atual administração. “É gratificante ver que a educação pública está resgatando sua credibilidade”, comenta o secretário. “Esse é o nosso objetivo, que os resultados sejam medidos pelo desempenho dos nossos alunos. Felizmente, isso começa a acontecer. Nossos alunos e professores estão de parabéns”.

A Superintendente de Educação da Secretaria, Yvelise Arcoverde, destaca os investimentos na melhoria qualitativa da escola pública estadual. “Investimos na capacitação e numa política salarial mais justa para os professores, na reformulação curricular do ensino médio, no material didático e na infra-estrutura. E os resultados estão surgindo”. Entre outros avanços na área da educação, nos três últimos anos o governo do Estado implantou o Plano de Cargos, Carreira e Salários, contratou 34 mil novos professores, todos por concurso, e, pela primeira vez na história, distribuiu livros didáticos gratuitos para alunos do ensino médio.

Agência Estadual de Notícias
Foto:SECS
GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado