Educação

Uso de tecnologia faz do Paraná destaque em modernidade na Educação
13-08-2020 16:11

Na busca constante pela melhoria na Educação do Paraná, o Governo do Estado promove uma série de medidas e projetos envolvendo a tecnologia nas escolas da rede estadual e salas de aula. Desde 2019 a Secretaria da Educação e do Esporte implementou iniciativas que já impactam diretamente a rotina de estudantes e professores, com resultados positivos.



Uma das primeiras inovações foi o aplicativo Escola Paraná, ferramenta online que reúne diversos recursos referentes ao aluno, como boletim, agenda, grade horária, eventos. O aplicativo possibilita acesso aos conteúdos e informações escolares, além de facilitar o acompanhamento escolar do aluno. Os pais também têm acesso à função “aviso de faltas”, em que os usuários recebem um alerta no mesmo dia toda vez que o estudante faltar. Outra novidade foi o Registro de Classe Online (RCO). Por meio dessa ferramenta, o professor pode fazer a chamada, registrar conteúdos, avaliações e acompanhar de perto a frequência dos alunos.



Essas iniciativas, além de modernizarem a gestão das escolas, trouxeram resultados na melhoria do rendimento escolar e no combate à evasão. Usando os dados do RCO e do app Escola Paraná, o Estado implantou o programa Presente na Escola, de combate ao abandono escolar, reduzindo em 53,85% a evasão dos estudantes do Ensino Médio e em 49,89% nos anos finais do Ensino Fundamental.



IDEB - Outro resultado positivo que se espera com o intenso uso das tecnologias é o salto no Ideb - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Nos dados de 2017, últimos divulgados, o Paraná ocupa a 7ª posição, mas a expectativa é que passe a ocupar as primeiras posições do índice assim que o resultado referente a 2019 for divulgado.



ENSINO A DISTÂNCIA – No primeiro semestre de 2020, a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte teve que acelerar o processo de evolução tecnológica na rede estadual. Em apenas 15 dias após o decreto de fechamento das escolas devido à pandemia, a Secretaria implantou o Aula Paraná, um sistema de aulas remotas capaz de manter os 1,07 milhão de alunos da rede em aulas mesmo com as escolas fechadas. Hoje, a plataforma já serve de referência para soluções de outros estados.



Para o secretário da Educação, Renato Feder, o Governo do Paraná foi rápido na busca de uma solução para que os alunos não perdessem seu ano letivo. Isso garantiu ao estado resultados que colocam o Paraná em posições de destaque no Brasil.



“Toda a modernização aplicada já fazia parte dos planos da secretaria a longo prazo. A pandemia, no entanto, nos fez agilizar o processo para atendermos nossos alunos e não deixarmos ninguém sem aula neste período”, explica.



SEGUNDO SEMESTRE - Para o segundo semestre de 2020, a Secretaria da Educação já começa a trabalhar na implantação de novas ferramentas. O Redação Paraná está sendo produzido pela equipe de tecnologia da Secretaria e auxiliará os alunos durante a redação. O professor vai ensinar sobre temas relacionados a produção de textos e a gêneros textuais, e a ferramenta fará automaticamente, usando Inteligência Artificial, a correção ortográfica e de concordância da redação produzida pelo aluno.



Outra proposta para o segundo semestre de 2020 são as aulas de programação. A expectativa é de que 10.000 alunos da rede estadual tenham a oportunidade de aprender programação em um curso profissionalizante oferecido pela Secretaria. O curso será gratuito, na modalidade ensino a distância e desenvolvido por meio de parceria entre a Secretaria e empresas do setor. 



Outro projeto em andamento na Secretaria para os próximos anos será o uso de um software de reconhecimento facial para a chamada. A iniciativa, além de facilitar a rotina do professor em sala de aula, vai auxiliar no combate à evasão escolar.



 



Agência Estadual de Notícias

GUIASJP - Um serviço POW Internet
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado