Esporte

Felipe Massa ganha em Interlagos após 13 anos sem vitória brasileira
23-10-2006 18:12

Alonso é bi-campeão e M.Schumacher realizou a sua última corrida de forma espetacular

O favoritismo da Ferrari no GP Brasil, em Interlagos-SP neste domingo, última e decisiva etapa do Campeonato Mundial de Fórmula 1, se confirmou com a superioridade nos treinos de sexta-feira. Na classificação de sábado M.Schumacher dividia com Felipe Massa os melhores tempos e quando retornou dos boxes como eventual pole position teve um problema no carro e ficou fora do confronto final dos dez mais rápidos.
Massa garantiu a sua primeira pole position no Brasil no primeiro ano de Ferrari e, 26 horas depois, quebrou um tabu de 13 anos sem vitória brasileira no circuito, desde que Ayrton Senna ganhou em 1993 pela McLaren. Este cenário glorioso perante a torcida brasileira também foi formado pelo bi-campeonato do espanhol Fernando Alonso e a última e espetacular corrida de Michael Schumacher na sua trajetória de 15 anos e sete títulos, que ainda mostrou para o mundo que o azar para um grande atleta pode não significar a derrota total.

A corrida
Na largada Felipe Massa tracionou muito bem a sua Ferrari e terminou o S do Senna tranqüilo à frente de Kimi Raikkonen que formava a primeira fila a seu lado, seguidos pela Toyota de Trulli.
Fernando Alonso, que foi para São Paulo podendo chegar até em oitavo lugar para ser bicampeão – devido à diferença com M.Schumacher de nove pontos -, se classificou com um motor mais “confiável”, com menos cavalos. Como havia afirmado durante esta semana, largou em quarto e com muita cautela se manteve próximo de Trulli mas sem arriscar uma ultrapassagem.
M.Schumacher, que saiu em décimo, no final da largada já era o sexto colocado, até que ainda na primeira volta, Nico Rosberg perdeu o controle da Williams ao ser batido por trás pelo seu colega Weber, provocando a entrada do safety car. Até este momento as Ferraris tinham os melhores tempos e quando a corrida se reiniciou, M. Schumacher a cada volta ficava mais próximo de Fisichella, até que no final do S do Senna ele chegou a ultrapassar o italiano da Renault, tocando-o levemente, o que causou o azar de ter o pneu traseiro esquerdo furado, tendo de fazer uma volta inteira muito devagar e caindo para a 17ª posição. Momentos antes Alonso em quarto sabendo que M.Schumacher vinha muito forte passou a pressionar Trulli, mas com o atraso do alemão o espanhol voltou a fazer uma corrida prudente.
Felipe Massa fazia voltas muito rápidas e antes da primeira sessão de pit stop tinha mais de 20 segundos à frente de Kimi Raikkonen. Após a troca de pneus Felipe chegou a perder a primeira posição para o finlandês, mas quando parou pela segunda vez a sua diferença para Alonso - que superou nas voltas rápidas Kimi Raikkonen, que voltou dos boxes atrás da Renault, o tempo de Massa era suficiente para deixá-lo na pista novamente em primeiro.
Barrichello que largou em quinto não conseguiu o mesmo desempenho de seu companheiro da Honda, Button, e perdeu posições durante a corrida, sendo superado por Michael M.Schumacher que também ultrapassou vários pilotos, sendo Monteiro, Yamamoto, Sato, Doornbos, Albers, Liuzzi, Speed, Heidfeld, Kubica, e novamente Fisichella, que desta vez errou na curva do S e saiu da pista, e Schumacher ainda passou Raikkonen nas últimas voltas.
Fim de prova com Felipe Massa ganhando em casa, diante da torcida paulista, seguido por Fernando Alonso, que sagrou-se bi-campeão, com Button completando o pódio, M. Schumacher em quarto, Raikkonen em quinto, Fisichella em sexto, Barrichello em sétimo e Pedro de la Rosa em oitavo.A Renault venceu a Ferrari no mundial de construtores por 206 a 201. No campeonato de pilotos Alonso terminou a temporada com 134 pontos, M. Schumacher 121, Massa, 82, Fisichella 72, Raikkonen 65, Button 56, Barrichello 30, Montoya 26, Heidfeld 20, Ralph Schumacher 20, De la Rosa 19, Trulli 15, Coulthard 14, Webber 7, Villeneuve 7, Kubica 6, Rosberg 4, Klien 2, Liuzzi 1 ponto.

Marcos Rosa Filho - Jornalista
POW INTERNET
<

Nenhum item encontrado