Empresa

Ação Cooperar leva cidadania a moradores de ocupação irregular -
26-04-2009 11:04

Cerca de 3 mil famílias da ocupação irregular Jardim Arvoredo, em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba, receberam, neste sábado (25), a 53.ª edição da feira de serviços Ação Cooperar, promovida pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) em parceria com o Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar). A novidade desta edição foi o cadastro das famílias que ainda não têm acesso à luz elétrica, no programa Luz Legal.

Através do Ação Cooperar, a Copel cadastrou 350 famílias que só têm luz, porque estão ligadas na rede através dos chamados “gatos”, ligações irregulares feitas em postes da vizinhança. Estas ligações comprometem a segurança de todo o local, pois podem causar curto circuito, além de queimar os aparelhos elétricos das casas.

Para o presidente da Cohapar, Rafael Greca, o programa Ação Cooperar é um exemplo de sucesso. “É sempre bom a Cohapar estar onde o povo está. Nossa presença, junto com demais órgãos, revela a intenção do governo do Paraná de estar ao lado da população, na solução de problemas”, destacou.

Segundo o Diretor de Relações Institucionais e Comunitárias da Companhia, Doático Santos, esta edição do programa tem significado especial. “O cadastramento da Copel está acontecendo graças ao Ação Cooperar e, além deste serviço, outros tantos estão sendo ofertados”, disse. “Este é um dia de inclusão social, pois levamos os serviços do Governo a quem mais precisa”, completou.

Edson Benedito Cesar, superintendente de distribuição da região Leste da Copel, explicou que, depois do cadastro, a empresa vai poder determinar como cada família será atendida. Ele completou que, provavelmente, todas as famílias da ocupação serão inscritas no programa Luz Fraterna. “Ter luz elétrica em casa é uma questão de cidadania e nós vamos atender a todos da melhor maneira possível”, garantiu.

A feira de serviços Ação Cooperar, realizada nas ruas da ocupação, ofereceu serviços como confecção de carteira de identidade (200 unidades), corte de cabelo, serviços informativos da Copel e Sanepar, por exemplo, e atividades educativas e recreativas para as crianças.

BENEFICIADOS – Eliane Vanelli dos Santos foi até o Ação Cooperar para fazer o cadastro da Copel. Casada e com dois filhos, ela afirma que não aguenta mais viver com a ligação irregular. “Depois das 5h da tarde, tenho que desligar todos os eletrodomésticos, porque se não queima tudo, já perdi um rádio e meus vizinhos também perderam muitas coisas”, contou.

Eliane explica que não pode guardar comida na geladeira e nem comprar as coisas que os filhos gostam. “É muito ruim viver assim. Sabemos que está errado, mas agora vamos ganhar dignidade e uma qualidade de vida melhor. Espero que logo eu possa tomar um banho quente e ver televisão até tarde”, disse.

Denair Rosa foi até o Ação Cooperar para fazer a sua carteira de identidade e a da filha, de 14 anos. “É maravilhoso ter tudo isso aqui pertinho de casa e de graça. Enfim vou ter a minha identidade e minha filha vai fazer a dela na hora certa, enquanto ainda é novinha”, comentou.

A aposentada Jussara Teresinha Cândido Pardins mora no Jardim Arvoredo há sete anos e foi uma das primeiras a ocupar o local. Ela contou que tudo foi muito difícil, teve que cortar árvores, abrir valetas e agora espera que a vida fique melhor. “Eu pago pouco mais de R$ 5,00 pela água e agora vamos pagar bem pouco para ter luz. Nem acredito que vou poder passar roupa a hora que quiser e sem o perigo de queimar meu ferro”, projetou.

AEN
GUIASJP - Um serviço POW Internet
<

Nenhum item encontrado

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.