+ ARTES
Marina Nessi, diretora da Casa Cor, e os arquitetos Tobias Bonk e Tetê Gomes, durante entrega do Prêmio Proj Mais Sustentável. Foto: Divulgação
25/06/2010
Solarium é o projeto ‘Mais Sustentável’ da CASA COR PARANÁ 2010

Espaço foi totalmente criado sob o conceito ‘Morar Verde’, tema da edição 2010 da Mostra

Em sua segunda edição, o Prêmio ‘Projeto Mais Sustentável’ foi entregue nesta semana ao casal de arquitetos paranaenses Tobias Bonk Machado e Tetê Gomes. É deles o espaço Solarium Sustentável, um dos 67 ambientes concorrentes, expostos na Casa Cor Paraná 2010, que neste ano tem como conceito o ‘Morar Verde’.
O prêmio foi avaliado por uma comissão de jurados que visitaram a Casa individualmente, além do Grupo Sustentax, que analisou toda a documentação enviada pelos arquitetos. Esta documentação teve como base material fornecido aos participantes que contava com um caderno de instruções detalhadas, dicas de produtos e esclarecimentos sobre como incorporar a sustentabilidade em seus espaços. Além disso, uma planilha contendo critérios que deveriam ser atendidos pelos espaços no projeto, na implantação, durante a mostra e desmobilização.
Este foi o último prêmio entregue pela Casa Cor Paraná, que este ano promoveu a Festa de Premiação para outras nove categorias já no início da Mostra, ainda em maio. “Estávamos esperando o resultado da Sustentax para entrega deste troféu”, lembra Marina Nessi, diretora da Casa Cor no Paraná.
Pela primeira vez participando da Mostra, o casal de arquitetos Tobias Bonk Machado e Tetê Gomes recebeu com alegria o anúncio do prêmio. “Ficamos muito felizes, pois o recebemos como reconhecimento de um trabalho de sustentabilidade levado a sério”, diz Tobias. A palavra está na moda hoje, mas somente a sustentabilidade completa, embasada em seu tripé social, econômico e ambiental, aliada a um rigoroso controle podemos chegar a um projeto/construção sustentável. É isso o que sempre buscamos durante os cinco anos em que atuamos nessa especialidade", completa.
A Arquitetura sustentável vem ganhando espaço entre os projetos, sejam eles destinados a moradia ou não. “A atenção e o respeito ao meio ambiente estão cada dia mais necessários e presentes”, ressalta Tobias.
Tetê lembra que o Solarium Sustentável é um espaço onde 100% do material utilizado segue normas rígidas de controle ambiental. “Todos os materiais foram pensados em seu processo sustentável. Desde a argamassa, o piso, a tinta, a madeira, os móveis, a iluminação, a decoração. Tudo foi adaptado para um cotidiano ‘verde’, de reaproveitamento e respeito ao meio ambiente”, reforça.
“O projeto apresenta soluções de sustentabilidade. Os arquitetos são jovens e participam da mostra pela primeira vez, mas já mostram todo seu potencial e dedicação”, acredita Marina. “Eles realizaram um trabalho com muito profissionalismo.”


Ecotelhado é o destaque do projeto

Entre os destaques sustentáveis apresentados pelo Solarium está o EcoTelhado ou Telhado Verde. Basicamente composto por mudas de plantas, divididas em módulos – aplicados sobre prático sistema de drenagem e impermeabilização, o EcoTelhado pode ser implantado em casas, apartamentos, empresas, hotéis, bares e restaurantes. “Ele possui a função de um isolante térmico, pois reduz a troca de calor entre os ambientes externo e interno, resultando em um espaço com clima sempre agradável, independente da estação do ano ou da localização da cidade, urbana ou rural”, explica Tobias. “Temos projetos, por exemplo, que incluem o Telhado Verde em construções do Paraná e também da Amazônia”, ressalta, lembrando que mesmo em ambientes externos, como é o caso do Solarium, o Teto Jardim funciona bem. “A redução na troca de calor é mais evidente quando aplicado em ambientes fechados, contudo, trouxemos o conceito do EcoTelhado para mostrar como esta tecnologia funciona.”


Sobre o Prêmio
As categorias avaliadas foram: Projeto Mais Sustentável, Projeto Mais Original; Projeto Mais Ousado; Projeto Mais Criativo; Projeto com Melhor Exposição do Produto; Projeto com Melhor Solução de Funcionalidade; Projeto com Melhor Aproveitamento do Verde; Projeto Mais Sofisticado; Destaque “Design Paranaense” e; Destaque no Cumprimento de Prazos.
O corpo de jurados foi composto por Zilda Fraletti (presidente do Núcleo Paranaense de Decoração), Gustavo Pinto (Presidente da AsBEA), Marco Antonio Gomes (presidente da Ponto de Apoio), Nereide Michel (jornalista e coordenadora do Paraná Business Collection), Cintia Peixoto (Publisher da revista Top View), Rosicler Campos (editora da revista Casa Sul), Marina Cotovicz (jornalista) e Marina Nessi (diretora da Casa Cor Paraná).


Sobre a Casa Cor
A 17ª Casa Cor Paraná acontece até o dia 29 de junho, na Casa de Retiros Mossunguê, no Ecoville. O maior evento de arquitetura, design e decoração de interiores do Estado apresenta 67 ambientes inovadores em 8 mil m², sendo 3.875 m² de área já existente, e 500 m² de área construída especialmente para o evento.
A Mostra é a maior exposição brasileira de arquitetura e decoração. Nasceu em São Paulo, em 1987, e funciona sob o sistema de franchising, em importantes capitais brasileiras e também no exterior. Atualmente, a Casa Cor possui 19 franquias, 17 nacionais (Amazonas, Bahia, Brasília, Campinas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sorocaba) e duas internacionais (Peru e Panamá).


Serviço:
17ª CASA COR PARANÁ - Casa de Retiros Mossunguê.
Rua Francisco Juglair, 171, Ecoville, em Curitiba.
Visitação: até 29 de junho de 2010.
Horário: de terça a sábado, das 13 às 21 horas; domingos e feriados, das 11 às 19 horas.
www.casacor.com.br/parana
www.arquiteturasustentavel.com.br
www.creatosarquitetura.com.br

Compartilhe:
 

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3
O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.(Vida Cristã)

Publicidade