Maná da Segunda

Maná da Segunda: Dia de Gratidão



Por Robert J. Tamasy

Esta é uma semana especial para muitas pessoas nos Estados Unidos. Nesta quinta, os americanos celebrarão o Dia de Ações de Graças (Dia de Gratidão), prática que se tornou uma tradição há mais de 150 anos. Entretanto, para milhões de outras pessoas será um dia como outro qualquer.

Essa tradição americana do "Dia de Gratidão" pode ser vista de duas maneiras. É valiosa a pausa que se faz anualmente, diminuindo o ritmo frenético da vida por um curto espaço de tempo para valorizar as bênçãos e a prosperidade que o ano trouxe. Entretanto, por que esperar para sentir e expressar gratidão somente na quarta quinta-feira de novembro? Não existe nada pelo qual ser grato em janeiro, abril, junho ou outubro? Gratidão nada tem a ver com cultura.

Com o encerramento do ano dentro de um mês, muitos se sentem gratos por ter atravessado um ano de incertezas, desafios, realizações, dificuldades.

Talvez tenham tido sucesso com um novo negócio ou linha de produtos, agüentado a pressão de uma queda de receita devido a despesas, conquistado finalmente a tão esperada promoção ou lidado com a frustração de não atingir meta importante.

Pode ser que demos boas vindas a um novo membro da família, ou dado adeus a um amigo querido ou membro da família. Pode ser que tenhamos desfrutado de boa saúde, ou enfrentado dificuldades sérias física, mental ou emocionalmente. Os aspectos positivos da vida são motivos fáceis para gratidão. Mas, será que também somos gratos pelas dificuldades, pelos tempos difíceis e que geralmente surgem sem que seja nossa culpa?

É claro que sim! Pelo menos é o conselho que recebemos em várias partes da Bíblia e que permanece surpreendentemente relevante e oportuno neste século XXI. Vejamos uma amostra do que ela nos ensina sobre gratidão:

. Agradecer transcende o bom e o mau. Se fechamos uma venda importante é natural que nos sintamos agradecidos. Mas, você se sente grato quando um contrato não se concretiza no último minuto? Os que confiam em Deus e em Seu envolvimento pessoal nos nossos assuntos diários podem – e devem – ser gratos, não importa o que aconteça. “Alegrem-se sempre. Orem continuamente. Dêem graças em todas as circunstâncias” (I Tessalonicenses 5.16-18).

. Agradecer à Fonte da benção. A verdadeira gratidão atribui as coisas boas da vida ao divino poder de Deus e não à “sorte”, "destino" ou "acaso". “Eu Te agradeço e Te louvo, ó Deus dos meus antepassados; Tu me deste sabedoria e poder, e me revelaste o que Te pedimos” (Daniel 2.23).

. Agradecer não pelo que temos, mas pelo que somos. Os que confiam em Deus podem ser gratos não pelo que realizam, mas por aquilo que Ele faz por eles. Ele não apenas dá dons e habilidades, como também torna possível um relacionamento pessoal com Ele, hoje e por toda a eternidade. “Dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome do nosso Senhor Jesus Cristo” (Efésios 5.20).

. Agradecer atribui crédito a Quem de direito. Como você se sente quando é cumprimentado por ter trabalhado duramente? Você se ofende quando é elogiado por uma tarefa bem feita? Claro que não! Com Deus é o mesmo!. “Louvarei o nome de Deus com cânticos e proclamarei Sua grandeza com ações de graças; isso agradará o Senhor mais do que bois, mais do que (qualquer sacrifício)” (Salmos 69.30-31).

Próxima semana tem mais!

--------------------------------------------------------------------------------

Texto de autoria de Robert J. Tamasy, vice-presidente de comunicações da Leaders Legacy, corporação beneficente com sede em Atlanta. Georgia, USA. Veterano com mais de 30 anos de trabalho como jornalista, é co-autor e editor de nove livros. Recentemente colaborou com David A. Stoddard em "The Heart of Mentoring: 10 Proven Principles for Developing People to Their Fullest Potential" (A Essência de Mentorear: 10 Princípios Provados Para o Desenvolvimento Pessoal em Todo o Seu Potencial" e, com Ken Johnson, “Pursuing Life With a Shepherd’s Heart” (Vivendo Com um Coração de Pastor). Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de J. Sergio Fortes.

MANÁ DA SEGUNDA® é uma edição semanal do CBMC INTERNATIONAL, uma organização de âmbito mundial, não-denominacional, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial.


MANÁ DA SEGUNDA® é uma edição semanal do CBMC INTERNATIONAL, uma organização de âmbito mundial, não-denominacional, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial.
Veja mais Maná da Segunda

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.