Maná da Segunda

Maná da Segunda - O Mundo Precisa de Mais Cowboys



Por Robert J. Tamasy

Recentemente assisti a um curto vídeo promocional produzido pela Universidade do Wyoming chamado “O Mundo Precisa de Mais Cowboys”. Eu nunca fui um cowboy, mas ao rever o vídeo, sua mensagem parecia ir direto ao ponto.

O vídeo pergunta: “Curiosidade incansável – o que aconteceu com ela? Quando foi que deixamos de pensar em novas perguntas e de ousar buscar respostas para elas?...quando ainda há tanto para explorar fora da trilha já percorrida? O mundo necessita de mais prodígios, mais pensadores independentes, famintos por desafios. O mundo precisa de mais cowboys...Este é o espírito dos azarões, dos pioneiros, o tipo de espírito que anseia por algo para provar...”

Eu não estou advogando em favor da universidade; nunca estive no Wyoming, mas esse vídeo sugere algo importante, e não apenas para a educação. Ao encararmos nosso papel – ou chamado – como empresários ou profissionais, penso que faríamos bem em incorporar esse “espírito de cowboy”, porque essa imagem parece se adequar, não importa qual seja a cultura, classificação étnica, gênero ou tradição.

Olhando para a vida de Jesus Cristo e Seus seguidores, tal como apresentada na Bíblia, descobrimos que embora eles fossem pescadores, comerciantes, até mesmo coletores de impostos, todos compartilhavam um pouco dessa abordagem de “cowboy” em relação à vida. Jesus lhes estava ordenando que fossem contra a corrente cultural e a religião predominante, reivindicando um território novo, não mapeado.

Entre as coisas que Jesus fez estava a declaração de libertação do comportamento legalista, a simplificação dos princípios que norteavam a vida diária, uma dignidade e valorização das mulheres sem precedentes, a revolucionária demonstração de uma nova maneira de estabelecer um crescente relacionamento prático com Deus. No mercado de trabalho atual, especialmente aqueles de nós que professam sua fé em Cristo e se esforçam por segui-Lo, também podemos cultivar a curiosidade, a ousadia, a inovação e desejo de mudança dessa mentalidade de cowboy. Eis aqui alguns exemplos:

Cuidado com o caminho batido. O curso da cultura e a pressão de nossos pares frequentemente nos empurram na direção que a maioria está tomando. Jesus, porém, instou para a escolha de outro caminho. “Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram.” (Mateus 7:13-14).

Escolha a fidelidade determinada. Atualmente, virtudes como lealdade e comprometimento geralmente são descartadas. Porém, assim como os cowboys compreendem quem são e o que fazem, evitando tudo o que possa distraí-los, nós também devemos manter o foco em quem somos e porque Deus nos tem aqui. “...escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas, eu e a minha família serviremos ao Senhor.” (Josué 24:15).

Ouse ser diferente. Todos os dias somos tentados a nos conformarmos “...ao padrão deste mundo...” (Romanos 12:2), mas como embaixadores de Jesus Cristo somos chamados a ser diferentes, ao ponto de nossas vidas e a forma de encararmos nosso trabalho levantarem perguntas na mente das outras pessoas. “Antes, santifiquem a Cristo como Senhor em seu coração. Estejam sempre preparados para responder a qualquer pessoa que lhes pedir a razão da esperança que há em vocês.” (I Pedro 3:15).

Próxima semana tem mais!

Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de "Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today's Workplace" e "Tufting Legacies" (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu "The heart of Mentoring" e tem editado numerosos outros livros, incluindo "Advancing Through Adversity", por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.com. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de Juan Nieto.

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2019 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL

Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Quando ouve a palavra “cowboy” o que lhe vem à mente?

2. Como a imagem do cowboy como alguém curioso, inovador, sempre pronto para os desafios e desejoso de abrir novos caminhos se relaciona com o seu trabalho? Essa descrição se aplica a você de algum modo?

3. Quais as dificuldades de buscar pensar e viver de forma diferente da cultura predominante? Para usar uma metáfora, ser como um salmão nadando contra a corrente? O que é preciso para alcançar isso efetivamente?

4. Você fica assustado ou desconfortável diante da possibilidade de se mostrar ousado e diferente quando o ambiente que o cerca requer que você se amolde a ele? Como vencer essa relutância?

 

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Mateus 13:22; 28:19-20; Romanos 12:1-2; Efésios 4:17-24; Colossenses 3:2.

 


Veja mais Maná da Segunda

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.