Maná da Segunda

Maná da Segunda - O Que os Outros Veem Como sua Identidade?



Por Robert Tamasy

De tempos em tempos ouvimos falar de pessoas que “dão um tempo” no trabalho, nos estudos e até mesmo em seu casamento para “encontrar sua identidade”. É como se a tivessem colocado em algum lugar e esperassem encontrá-la novamente em um depósito de achados e perdidos em alguma parte. Na melhor das hipóteses, essa busca parece ser curiosa, para não dizer tola. Na realidade, nossa identidade significa muita coisa – especialmente no mundo empresarial e profissional.

Vemos isso de forma tangível quando reconhecemos prontamente um logotipo corporativo, como o da Nike, por exemplo, ou McDonalds, Mercedes, Ford, Google, ou de um time de futebol. Anos atrás eu estava na Jamaica e achei surpreendente descobrir objetos em uma loja que representavam um popular piloto de carros de corrida dos EUA à época. Estabelecer uma imagem reconhecível é crucial num mercado competitivo, seja ele local, nacional ou global.

Cartões de visita, fruto de design cuidadoso, ajudam a comunicarmos instantaneamente quem somos e o que fazemos.  Afinal de contas, uma das primeiras perguntas que geralmente fazemos a pessoas que acabamos de conhecer é: “Que tipo de trabalho você faz?” Em outras palavras, “Quem é você – o que você é?”

Quando uma companhia desenvolve um produto exclusivo, passos legais são adotados para assegurar a patente ou a marca comercial para que seus competidores não possam duplicá-la.  As empresas estão se tornando extremamente protetoras quanto a suas marcas, sejam elas uma corporação internacional e multifacetada como a Walt Disney Company, uma universidade de destaque, uma franquia de varejo ou mesmo uma figura pública conhecida. 

Trazendo isso para a nossa realidade, você já pensou que ainda que não seja dono de um negócio ou lidere uma companhia, você também tem um “logo”, “marca registrada” ou “selo” que as outras pessoas usam para avaliar quem você é e qual a sua significância? Recentemente eu li esta afirmação: “O seu sorriso é o seu logo; sua personalidade, o seu cartão de visitas; a forma como os outros se sentem após uma experiência com você se torna a sua marca registrada.” E poderíamos acrescentar: “Se as outras pessoas desejam ou não serem iguais a você, se torna o seu selo.” O que você imagina que as pessoas com quem trabalha veem como sua “marca registrada”? Será que elas anseiam por ter um relacionamento com você na esfera pessoal? 

Embora a Bíblia não use esses termos, ela oferece uma grande percepção de como criar uma marca registrada pessoal altamente negociável. Eis aqui apenas três exemplos de sua sabedoria sobre esse tema:

O poder de ser norteado em direção às outras pessoas.  A sociedade geralmente nos incita a “olhar para o número 1 (nós mesmos)”, mas as pessoas que colocam as outras em primeiro lugar são raras e extraordinárias. “Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.” (Filipenses 2:3-4). 

A atração de um espírito generoso. Existem inúmeras causas dignas para as quais podemos doar de nossos recursos, mas uma pessoa sinceramente generosa, que doa espontaneamente, pode beneficiar as outras de inúmeras maneiras. “Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama a quem dá com alegria.” (II Coríntios 9:7).

O impacto de demonstrar compaixão. Qual a melhor maneira de tratar as pessoas? Simplesmente, tratá-las da mesma maneira que você gostaria de ser tratado se os papéis se invertessem. “Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles lhes façam...” Mateus 7:12). 

Próxima semana tem mais!

Robert J. Tamasy, vice-presidente de comunicações da Leaders Legacy, corporação beneficente com sede em Atlanta. Geórgia, USA. Com mais de 30 anos de trabalho como jornalista, é co-autor e editor de nove livros. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de Juan Nieto .

 Questões Para Reflexão ou Discussão  

1. Qual você considera ser sua identidade, seja profissional ou pessoal? De onde vem o seu senso de identidade?

2. “O seu sorriso é o seu logo; sua personalidade, o seu cartão de visitas; a forma como os outros se sentem após uma experiência com você se torna a sua marca registrada.” Se isso é verdade, como seus amigos e colegas de trabalho o descreveriam?

3. Você já teve dúvidas quanto a sua identidade como pessoa, imaginando quem ou o que você é, pessoal ou profissionalmente? Como você lidou com a experiência?

4. Se você fosse estabelecer sua “marca” pessoal qual seria ela?  Você mudaria alguma coisa na marca que tem atualmente?  Explique sua resposta.

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos Provérbios 11:3; 21:5; 29:4; Mateus 5:42-44; Marcos 12:33; Lucas 6:38.   

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2013 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL

 


Veja mais Maná da Segunda

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.