Maná da Segunda

Maná da Segunda - Trabalho de Rotina ou "Um Show"?



Por Robert J. Tamasy

De acordo com estudos, a maioria das pessoas atravessa o dia de trabalho entorpecidas, com o entusiasmo de quem observa uma tinta secar. Para elas, “trabalho” e “mal necessário” são sinônimos. Mas será que é assim que deveria ser?

Recentemente li um artigo sobre um indivíduo chamado Fred, caixa de uma mercearia. Passar pelo caixa de Fred é uma experiência empolgante, que muitos compradores esperam com ansiedade. Quando as pessoas passam pelo caixa de Fred a experiência se transforma no que alguns chamam de “um show”.  

O artigo de Adam Holz no Our Daily Bread (Pão Nosso de Cada Dia), diz que Fred é “espantosamente rápido, sempre exibe um largo sorriso, e até mesmo dança (e às vezes canta)! Enquanto isso, acrobaticamente arremessa itens inquebráveis dentro das sacolas.” O que o destaca é o zelo que tem por seu trabalho. Todos nós já tivemos experiências com caixas que mal abafam um bocejo enquanto passam nossas compras pelo scanner. A alegria contagiante de Fred transforma experiências triviais de compras numa breve proeza. 

Já ouvi falar de outros trabalhadores excepcionais que se determinaram a transformar o trabalho ordinário em eventos agradáveis. A mulher de um de nossos hospitais locais me veio à mente. À porta da clínica, ela cumprimenta os pacientes de câncer que chegam para outro exame médico ou tratamento de quimioterapia. Com um sorriso brilhante e cumprimentos efusivos ela procura trocar o humor de cara fechada do paciente por otimismo e esperança.  

Infelizmente, tais trabalhadores são notáveis por serem tão raros. Eles poderiam levar a termo suas responsabilidades metodicamente e ninguém teria do que se queixar. Mas eles decidiram transformar o trabalho em experiências felizes, elevando não apenas o próprio espírito, mas também o de todas as demais pessoas com quem se deparam. Para aqueles de nós que seguem a Jesus Cristo, isso também deveria ser o nosso objetivo no ambiente de trabalho, como estes versículos destacam:  

Quem você serve?  Nós deveríamos ter em mente que, em última instância, não é o nosso chefe humano ou nosso cliente que devemos agradar. “Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo.” (Colossenses 3:23-24).  

Quem você está representando?  Nossas ações – e nossas atitudes – servem como reflexo de Deus, que deseja trabalhar em nós e através de nós. Se quisermos atrair outras pessoas para Ele elas deverão achar algo de atraente em nós também.  “Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o Seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus.” (II Coríntios 5:20).  

Por que você está trabalhando? O sábio rei Salomão usou sua riqueza e poder para experimentar tudo o que a vida tinha a lhe oferecer. Esta foi sua conclusão: “Para o homem não existe nada melhor do que comer, beber e encontrar prazer em seu trabalho. E vi que isso também vem da mão de Deus.” (Eclesiastes 2:24).   

Não seria maravilhoso se as pessoas estivessem tão ansiosas para trabalhar conosco quanto estão para passar pelo caixa do Fred?  

Próxima semana tem mais!

Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de "Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today's Workplace" e "Tufting Legacies" (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu "The heart of Mentoring" e tem editado numerosos outros livros, incluindo "Advancing Through Adversity", por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.com. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de Sergio Fortes.

 Questões Para Reflexão ou Discussão   

1. Você já conheceu alguém que dava gosto de ver por causa da alegria que mostrava em seu trabalho? Descreva sua experiência.  

2. Por que, em sua opinião, tantas pessoas encaram o trabalho como um “mal necessário” ou uma maçada? É isso que você acha do seu próprio trabalho? Por quê?

3. Como você acha que as pessoas podem mudar sua atitude em relação ao trabalho, encarando-o com mais alegria e como um privilégio, e não algo enfadonho ou uma agonia?  

4. Qual das passagens bíblicas lhe chama mais a atenção? Por que lhe parece tão significativa ou desafiadora?

 

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 12:11, 24; 18:9;  21:5;  22:29; Eclesiastes 5:18;  12:13-14;  Colossenses 3:17.   

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL

 


Veja mais Maná da Segunda

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.