Maná da Segunda

Maná da Segunda -> Visão e Passagem do Tempo



Por Jim Mathis

Uma das mais assustadoras realidades da vida é a rapidez com que o tempo passa. Crianças crescem e adultos envelhecem no que parece ser apenas um instante. Constatar que sua jovem amiga já está casada há doze anos ou que seu “carro novo” já tem oito anos, sempre nos abala. Você começa a trabalhar para uma empresa ainda jovem e, antes que se dê conta, já se foram quinze anos e você passa a ser considerado da “velha guarda”.

O tempo passa ligeiro. Gastamos cerca de vinte anos nos preparando para “acelerar” na vida, e outros 20 desacelerando. Os 30/40 anos que ficam no intervalo passam mais rápido do que podemos acompanhar. A pergunta é: o que fazer com os anos que temos, tanto na vida profissional como pessoal?

Na Bíblia, o apóstolo Paulo faz uma observação interessante: “Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus. Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do Senhor” (Efésios 5.15-17).

Não tenho certeza do que Paulo quis dizer com “os dias são maus”. Será que ele quis dizer que existem pessoas más tentando destruir-nos, ou que o tempo não está a nosso favor? Talvez ambos. Se compararmos o mundo a um grande jogo de futebol, às vezes parece que estamos nos dois minutos finais, perdendo por quatro gols de diferença e o time adversário tem a posse da bola.

É desta maneira que devemos viver, tentando desesperadamente buscar o empate? No contexto da vida real, não posso ver o relógio e não tenho certeza de como está o placar. Mas ainda preciso jogar para vencer, e jogar a toda velocidade até o final. Como se diz, o jogo não acaba enquanto não termina.

Eis como parafraseio Efésios 5.15-17: “Joguem bem a partida, não como jogadores destreinados e indisciplinados, mas como membros de uma equipe que conhecem todas as jogadas e regras de cor, e sabem o que o treinador está pensando. Não cometam nenhum engano tolo ou façam faltas, porque o relógio está correndo”.

Muitas organizações formulam “declarações de visão”, tentando gerar entusiasmo para novos planos. Entretanto, o termo visão pode ser muito imponente para ser aplicado à maioria dessas declarações. O dicionário define visão como "olhar incomum para o futuro ou discernimento especial". Muito do que é descrito como visão na realidade é plano estratégico. Planos são bons, mas “declaração de visão” deve dizer que queremos estar vitalmente envolvidos no jogo.

Encontramos relatos de visão na Bíblia. Moisés liderando seu povo para fora do Egito é uma, assim como o desejo de Davi de construir um templo para Deus. Quando Jesus morreu na cruz há mais de 2.000 anos, Sua visão tornou-se uma força motivadora, a redenção da humanidade de sua rebelião contra Deus e Seus perfeitos padrões.

Uma vez abraçada uma visão, o que devemos fazer? Continuando com a metáfora esportiva, se desejamos estar no jogo, precisamos treinar, praticar para refinar nossas habilidades, fazer tudo o que pudermos para nos preparar e estar dispostos até a sentar no banco de reservas se necessário.

A vida é mais parecida com corrida de revezamento. Recebemos o bastão, corremos o melhor que podemos e o passamos para o próximo corredor. Receber e passar o bastão são etapas críticas, não apenas no início e no final de nossa vida, mas ao longo de toda a jornada. Correr pode ser solitário, mas para vencer precisamos continuar correndo e perseguindo com determinação nossa visão.

Próxima semana tem mais!
Texto de autoria de Jim Mathis, dono de um Estúdio de Fotografia em Overland Park, Kansas, USA, especializado em trabalhos corporativos, comerciais e artes dramática. Também dirige uma Escola de Fotografia. Jim é autor de "Câmaras de Alto desempenho", livro para pessoas comuns sobre fotografia digital. Foi dono de uma Cafeteria e Diretor Executivo do CBMC, em Kansas City, Kansas, Missouri. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de José Sergio Fortesr.

Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Como a passagem do tempo o tem afetado? Tem feito com que você reavalie o uso que faz do seu tempo pessoal e profissionalmente?
2. O que você acha que o autor quis dizer quando afirma que "ter uma visão é diferente de ter um plano estratégico"?
3. Como a visão que você tem para sua vida ou seu negócio afeta sua abordagem naquilo que você faz e na forma como o faz?
4. A comparação entre a vida e a corrida de revezamento faz sentido para você?
Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas com o tema, sugerimos: Provérbios 29.18; Eclesiastes 3.1-12; 1Corintios 15.58; Gálatas 6.9-10.
MANÁ DA SEGUNDA® é uma refelxão semanal do CBMC - Conecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2009 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail: liong@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês.
Veja mais Maná da Segunda

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.