Reflexão

Novidade de Vida – Sensibilidade



Que a paz de Cristo seja o juiz em seus corações, visto que vocês foram chamados a viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos. (Colossenses 3:15)

Visitei um amigo dias atrás em sua casa. Não é um amigo de longa data, na verdade de bem pouco tempo. Apresenta a esposa, o filho menor, convida para o café, fomos juntos ao culto em sua igreja. De modo quase litúrgico, no final do culto - comer em algum lugar, claro! No meio da conversa a pergunta: Como treinar o ouvido para escutar a voz de Deus?

Essa pergunta, talvez não tenha sido bem nestas palavras, me despertou uma santa curiosidade, sadia, de pensar a respeito e confesso que ainda estou com isso em mente. Mas a vida de um homem transformado por Jesus é assim mesmo, entre questões para meditar e desafios para vencer, as vitórias vêm vindo para edificar. Parece que não chegarei tão cedo a uma conclusão, mas algo Deus me tem falado.

Temos de aprender a diferenciar nossa empolgação e satisfação de alma daquilo que é a paz de Cristo. O juiz do nosso coração deve ser inconfundivelmente claro, pois as dúvidas no levam para o muro da indecisão e fica mais complicado para Deus agir, não por que Ele não possa ou não queira, mas por que nós resistiremos ainda mais a ouvir. Quando aprendemos a diferenciar a nossa paz da paz Dele, começamos a ouvir melhor a Sua voz.

Não sei explicar com palavras, mas quando Deus dá paz em algum assunto o tipo de certeza é diferente - Deus está falando. Às vezes é do lado bom, às vezes um alerta para o perigo, às vezes uma direção, uma confirmação. O importante é notarmos que isso tem um motivo que o apóstolo Paulo deixou claro - não fomos chamados para perder a paz.

Recentemente assuntos profissionais caminharam na direção de roubar a minha paz e por fraqueza eu acabei sendo abalado. Foram dezenas de noites mal dormidas (ou nem dormidas), angústia de alma no nível mais extremo e a paz se esvaiu. O resgate do Senhor veio ao clamar não para sair da encrenca, mas para restaurar minha paz. Quando o Senhor falou, o caminho se abriu, a estratégia apareceu e, como que por um milagre sobrenatural, tudo ficou nítido. É inconfundível. Bastou começar a tomar as atitudes do Senhor e tudo começou a mudar, começando pelas noites de sono.

Meu querido, para ser sensível à voz de Deus, precisamos, antes de tudo, conhecê-Lo. Depois, precisamos conviver com Ele. Depois, precisamos analisar tudo que ouvimos. Depois, aprender a treinar a diferenciar a paz comum da verdadeira paz. O resto é história sendo escrita.

Senhor, quero viver Teus propósitos para minha vida ainda que isso implique em negar minha vontade e abrir mão de coisas. Me ensina a ouvir Tua doce voz para viver a Tua paz.

Mário Fernandez

 

ICHTUS – Uma Parceria Diária com Deus
Edificando o Povo de Deus pela Internet


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.