Reflexão

Novidade de Vida – Responsabilidade da Herança



E, se vocês são de Cristo, são descendência de Abraão e herdeiros segundo a promessa. (Gálatas 3:29)

Eu ouvi uma palavra muito motivadora sobre ser herdeiro das bênçãos de Abraão e confesso que, de fato, me fez muito bem. Mas esta mente pensadora que o Senhor me concedeu me levou ao outro lado da moeda. Pense comigo: para ser herdeiro da fortuna, temos de herdar junto as responsabilidades da fortuna!

Abraão recebeu promessa e Deus fez pacto/aliança com ele. Prometeu a ele um filho na velhice, nações herdeiras, terras, multidão como estrelas do céu e areia da praia, nome perpetuado…

Mas medite comigo nas responsabilidades de ser o pai da fé. Imagine ter de desenvolver uma fé que manteria seu nome e sua fama por mais de 4.000 anos. Imagine sair da sua casa, do arredor dos seus parentes para sei lá onde. Imagine acreditar que vai ter um filho depois dos 90 anos. Imagine ser circuncidado aos 99 anos de idade. Imagine peregrinar pelo deserto só por causa de uma ordem vinda do céu. Medite comigo na responsabilidade de ser um ascendente do Salvador, Rei dos Reis e Senhor dos Senhores – Jesus é descendente de Abraão.

Se somos de Cristo, somos assim também descendentes de Abraão e portanto herdeiros dele segundo a promessa. Entender os direitos que temos no Reino de Deus é legal, é importante, é motivador, é tudo de bom. Mas não nos isenta de nossa responsabilidade como herdeiros. Gosto de comparar as coisas do Reino com coisas terrenas mais fáceis de compreender, como Jesus fez (ainda que minha habilidade não se compare com a Dele). Pensemos na herança de Abraão não como uma conta bancária que basta ir ao banco e desfrutar. Pensemos como uma empresa lucrativa e próspera, muito rentável mas que, para continuar, precisa ser presidida. Ser herdeiro de uma fortuna é uma coisa, de um empreendimento ou negócio é outra.

Nada disso vai mudar o conceito de Deus a nosso respeito, mas vai mudar o nosso conceito diante de nós mesmos e diante das pessoas que nos rodeiam. Quando pedi fé ao Senhor, Ele me levou ao vale do impossível e apenas me disse “agora se vira”. Se ainda estou vivo, se ainda caminho por essa Terra de Jeová, é por que estou conseguindo me virar. Não tem sido dias fáceis em praticamente todas as áreas. Mas vencer a prova é fazer a minha parte para que a fé de Abraão se expresse em minha vida.

A grande virada, meu querido leitor, que denota o quanto nossa vida está renovada no Senhor, é cumprir a responsabilidade mesmo não tendo clareza da grandiosidade da herança. A mim pouco importa o que o Senhor tem para mim – é mais do que mereço, certamente.

Junte-se a mim no desafio de levar Deus a sério a tal ponto que tenhamos a missão de obedecê-lo acima do interesse de desfrutar do que Ele tem para nós.

Senhor, quero cumprir meu papel e meu chamado na minha geração, independente do que o Senhor tenha para mim. A minha fé está a Teu serviço para Te glorificar. Fortalece-me para eu ser encontrado apropriado e digno para Te honrar.

Mário Fernandez

ICHTUS – Uma Parceria Diária com Deus
Edificando o Povo de Deus pela Internet


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.